Abe rejeita pedido de renúncia da oposição por críticas a eventos em Tóquio

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, rejeitou na quarta-feira pedidos de oposição para renunciar a um controverso evento de exibição de flores de cerejeira financiado pelo Estado, dizendo que ele não infringiu nenhuma lei.

Os partidos de oposição alegaram que Abe usou o evento anual para ganho pessoal, convidando centenas de seus próprios apoiadores. Eles também alegaram que seu escritório organizou um jantar em um hotel de luxo de Tóquio para esses torcedores a uma taxa muito menor do que o normal e compensou o déficit.

“Se você continuar no cargo atual sem esclarecer as alegações, a moral de nossa sociedade continuará sendo prejudicada”, disse Yukio Edano, líder do Partido Democrático Constitucional do Japão, durante uma sessão parlamentar.

“Nós pedimos que você renuncie ao cargo de primeiro ministro”, disse ele.

Edano iniciou o primeiro dia de interrogatório no período de 150 dias que começou na segunda-feira, concentrando-se em uma série de escândalos, incluindo outro relacionado à introdução de cassinos no Japão.

Abe, em grande parte, manteve sua explicação anterior que deu sobre a festa de exibição das flores de cerejeira, destinada a homenagear pessoas como celebridades e atletas por suas realizações.

O que está em questão é o processo opaco de seleção de convidados, já que o governo, como prática de longa data, elaborou uma lista de convidados com base nas recomendações dos membros do gabinete, incluindo o primeiro ministro e os legisladores do partido no poder.

O manuseio das listas de convidados também passou por intenso escrutínio, após revelações de que alguns deles foram descartados sem que o governo os acompanhasse, violando a lei do país sobre o gerenciamento de registros públicos.

Abe negou as alegações de compra de votos feitas por Edano, dizendo que não é ele, mas o Gabinete do Gabinete e o Secretariado do Gabinete que compilam uma lista final de convidados, selecionando recomendações.

“A alegação de que a lei eleitoral de cargos públicos foi violada não é verdadeira”, disse Abe.

Edano, junto com outro líder do partido da oposição Yuichiro Tamaki, também criticou Abe pela iniciativa de seu governo de introduzir cassinos no Japão após a prisão de Tsukasa Akimoto, ex-membro do Partido Democrata Liberal de Abe que liderou a iniciativa, sob suspeita de receber propinas de um Operador de jogo chinês.

“É impressionante que um legislador tenha sido preso”, disse Tamaki, que chefia o Partido Democrata pelo Povo. “Em primeiro lugar, o primeiro ministro não deveria se desculpar com o povo japonês e declarar um congelamento na promoção dos projetos (de cassino)?”

Abe disse que a prisão de Akimoto é “muito lamentável”, mas que o governo pretende introduzir cassinos como parte de “resorts integrados”.

“Os resorts integrados envolvem salas de conferências e exposições internacionais, além de grandes hotéis. São instalações de entretenimento que serão desfrutadas por famílias e ajudarão o Japão a se tornar um país de turismo avançado”, disse Abe.

Apesar dos escândalos, Abe tem como objetivo levar o debate parlamentar ao objetivo de revisar a Constituição pacifista do Japão.

Qualquer revisão proposta precisa ser aprovada por maioria de dois terços em ambas as câmaras do parlamento antes que a proposta possa ser submetida a um referendo nacional. As forças a favor da emenda não têm essa maioria na câmara alta.

O plano de revisão elaborado pelo PLD pode ser usado para promover discussões, disse Abe. “Peço ao Partido Democrata pelo Povo que apresente um plano ou idéias alternativas, se você tiver algum problema com o nosso”.

Abe visa especificamente adicionar uma referência às Forças de Autodefesa em uma Constituição revisada, a fim de encerrar décadas de debate sobre sua legalidade. A lei suprema que renuncia à guerra nunca foi alterada desde que entrou em vigor em 1947.

Fonte: Mainichi/Kyodo

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments