Kung Fu vai fazer parte do programa das Olimpíadas da Juventude

Praticantes ocidentais de Tai Chi Chuan, em Liuzhou, na região autônoma de Guangxi Zhuang, no sul da China. ( Créditos | Cortesia : Xinhua | Tan Kaixing ).

Depois de participar de eventos especiais nos Jogos Olímpicos de Pequim de 2008 e nos Jogos Olímpicos da Juventude de Nanjing de 2014, o Kung Fu fará sua estreia como esporte oficial em 2022.
Conforme anuncio feito na quarta-feira ( 8 de janeiro ), a modalidade foi adicionada aos Jogos Olímpicos da Juventude de 2022.
Esta será a primeira vez que o Kung Fu será oficialmente incluído na competição olímpica.

Com uma longa história e raízes profundas nas tradições culturais e espirituais do país, o Kung Fu tradicional chinês une elegantemente o corpo e o espírito e a China deseja compartilhar essas qualidades com o mundo.
No ano passado, a China divulgou uma proposta para a construção de uma potência esportiva, na qual priorizaram “a entrada do Kung Fu nos Jogos Olímpicos o mais rápido possível”.

A conquista anunciada em 8 de janeiro só foi possível graças ao trabalho realizado pela Federação Internacional de Wushu e do forte apoio da Administração Geral do Esporte da China, ao longo dos anos.

O Kung Fu esteve em vias de virar um novo esporte olímpico e chegou perto de ser aceito já nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Mas acabou não entrando na lista das novidades dos Jogos do Japão deste ano. Agora, a modalidade ganha um sopro de esperança. Isso porque sabe-se internamente que a escolha da modalidade para os Jogos Olímpicos da Juventude pode abrir caminho para algo ainda maior no futuro.

Vale lembrar que o Kung Fu é um termo ocidental que serve para nomear as artes marciais chinesas. Na China, este termo é o Wushu, e será assim que ele será representado nos jogos de Dakar, capital do Senegal. Com a entrada da modalidade, o COI espera empolgar ainda mais a população jovem para os Jogos Olímpicos da juventude.

Os Jogos Olímpicos da Juventude de 2022 fazem parte da quarta edição dos Jogos Olímpicos de Verão da Juventude, festival internacional desportivo, educacional e cultural para os jovens atletas. Esta será a primeira vez na história que a África sediará um evento olímpico deste porte.

Após o anúncio, foi aprovado o cronograma proposto para o Wushu nos Jogos, o que significa que 48 atletas de todo o mundo participarão de quatro eventos: Changquan masculino e feminino e Taijiquan ( Tai Chi Chuan ) masculino e feminino.

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 09/01/2020

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.