Apenas 40% das barragens no Japão podem evitar inundações

Apenas 40% das barragens no Japão podem liberar preventivamente a água de seus reservatórios antes das fortes chuvas para mitigar os riscos de inundação, segundo uma pesquisa da Kyodo News.

A falta da função de “pré-liberação” forçou alguns operadores de barragens a aprovar descargas de emergência somente depois que os níveis de água atingiram seu limite em tufões recentes e outros em desastres. Algumas pessoas morreram devido a inundações de rios causadas ​​por essa liberação na chuva torrencial de 2018 no oeste do Japão.

O governo vem pedindo aos operadores de barragens que preparem a função para liberação estratégica e gerenciem ativamente os níveis de água. Mas o trabalho de melhoria provavelmente causará vários desafios, incluindo custos.

A pesquisa, realizada no mês passado, constatou que 246 das 559 barragens operadas por 57 organizações em todo o país são capazes de liberar água antes da previsão das chuvas.

Quarenta e cinco corpos dizendo que têm dificuldade em fazê-lo citaram razões que incluem as estruturas das barragens existentes, como falta de portões de descarga ou ter condutos de descarga com fraca capacidade de drenagem.

Um dos entrevistados disse que, se pré-liberar água, mas não tiver chuva, a escassez resultante acarreta riscos aos agricultores e às empresas de serviços públicos de água e afeta negativamente a sociedade em geral.

Fonte: Kyodo

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments