M-1 Challenge 106 programado para 1º de Fevereiro na Coréia do Sul

O evento russo já revelou atletas de peso para o MMA coreano, como Yui Chul Nam, que conquistou o cinturão peso-leve do ROAD FC ( maior promoção de MMA da Coréia do Sul ) e assinou com o UFC. ( Créditos | Cortesia : Fight Sport Asia | ROAD FC ).

M-1 Global ( Mixfight-1 ) ou MMA-1 ( Mixed Martial Arts-1 ) é uma promoção de artes marciais mistas sediada em São Petersburgo, Rússia, que organiza cerca de 40 a 50 eventos de luta por ano.

A organização continua realizando shows em vários países pelo mundo, entre os quais Rússia, Cazaquistão, Holanda, Espanha, Finlândia, EUA, Japão, Coreia do Sul e China.

Os rostos públicos mais famosos da M-1 Global são o magnata Vadim Finkelstein ( presidente ) e a lenda do MMA Fedor Emelianenko ( proprietário parcial ).

Já o M-1 Challenge é uma competição organizada pelos mesmos promotores do M-1 Global como uma série de eventos que também são realizados em vários lugares do mundo e que são transmitidos em mais de 100 países, com destaque para a Rússia e demais países do leste europeu.

Em 2019, vimos o M-1 Challenge 103 em Shenzhen ( cidade da província chinesa de Guangdong ). Agora a promoção russa retornará ao continente asiático com outro evento em fevereiro.

O M-1 Challenge 106 será realizado no Centro de Convenções de Suwon, na Coréia do Sul, no dia 1º de fevereiro. Será o quarto evento da promoção naquele país e o show está agendado para um local aberto há menos de um ano.

A primeira incursão da promoção na Coréia do Sul ocorreu em 2008 com o M-1 Challenge 6, em Seul. O evento contou com Hyun Gyu Lim, Jake Ellenberger e Stefan Struve, que assinariam o UFC.

No ano seguinte, o M-1 Challenge, que 17 aconteceu na mesma cidade, contou com Yui Chul Nam e Hae Jun Yang. Em 2010, Doo Ho Choi estava na programação do M-1 Selection, novamente em Seul, com um ‘card’ constituído exclusivamente por lutadores locais.

Este será o primeiro evento da promoção na Coréia do Sul há uma década, mas nesse período houve alguns eventos na China. O M-1 Challenge 54 ocorreu em Pequim em 2014 e três anos depois o M-1 Challenge 80 foi para Harbin.

O evento mais recente na Ásia foi o M-1 Challenge 103, que viu Chris Kelades derrotar Alexander Pletenko em uma revanche para se tornar o campeão interino do peso-mosca. O canadense perderia o título alguns meses depois.

O evento em Shenzhen contou com quatro lutadores chineses e o M-1 Challenge 106 parece oferecer oportunidades semelhantes para os lutadores sul-coreanos.

A cidade de Suwon fica a cerca de 30 km ao sul de Seul e é a cidade natal do veterano do UFC, Dong Hyun Kim.

Agora o show tem que continuar. Quem você gostaria de ver lutando da próxima vez que o “Rage” aterrissar na Coréia do Sul para o M-1 Challenge 106 ?

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 04/01/2020

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.