Resultados e destaques do Rizin de ‘réveillon’ no Japão

O lutador angolano Manel Kape surpreendeu ao nocautear Kai Asakura, um dos principais nomes do MMA japonês, e conquistou o cinturão do peso-galo. ( Foto | créditos: @RIZINFF | Gong Kakutogi ).

A icônica Saitama Super Arena do Japão recebeu um segundo grande evento de MMA no espaço de três dias, quando o Rizin FF – a principal promoção japonesa da atualidade – organizou seu espetacular evento anual de ‘réveillon’.

Assim sendo, a 20ª edição numerada do Rizin, que aconteceu na terça-feira, 31 de Dezembro, contou com com nomes notáveis do esporte em lutas válidas por disputas de títulos, além das finais do seu GP dos pesos-leves.

Na luta principal, pelo cinturão do peso-galo, o angolano Manel Kape teve atuação espetacular ao nocautear Kai Asakura em apenas 38s do segundo round para conquistar o título do Rizin.

Já a sul-coreana e ex-lutadora do UFC, Seo Hee Ham, venceu a japonesa Ayaka Hamasaki por decisão dividida em duelo bastante movimentado e faturou o cinturão do peso-átomo ( 49 kg ) da franquia. Este foi o terceiro confronto entre ambas as atletas e a primeira vitória de Ham.

Também na categoria do peso-átomo, Miyuu Yamamoto ( 45 anos ), irmã do lendário Kid Yamamoto, venceu a tailandesa Suwanan Boonsorn ( 21 anos ), por decisão unânime.

Ainda entre as mulheres, Rena Kubota obteve a sua vingança contra Lindsey VanZandt, ao derrotar a norte-americana nos segundos finais de sua revanche. Rena dominou a luta em pé, e depois de levar a sua adversária para o solo e conquistar a montada nos minutos finais, viu a luta ser interrompida quando golpeava, pois o técnico de VanZandt jogou a toalha.

Também em ação, o campeão dos meio-pesados, Jiří Procházka, defendeu seu título diante do ex-lutador do UFC, CB Dolloway. O lutador tcheco bateu Dolloway com uma combinação limpa de dois socos que levaram o ex-UFC ao nocaute ainda no primeiro round.
Inicialmente, Procházka lutaria com o atleta do Bellator, Ryan Bader, mas a luta não foi concretizada. Em seu lugar foi escalado CB Dollaway, que recentemente solicitou sua liberação do UFC enquanto cumpre uma suspensão de dois anos imposta pela USADA.

O fenômeno japonês do Kickboxing, Tenshin Nasukawa, manteve a sua invencibilidade ao demolir o seu compatriota, Rui Ebata, obtendo três ‘knockdowns’ ainda no primeiro round.

Ainda no ‘card’, Mikuru Asakura – também um “YouTuber”, assim como o seu irmão Kai Asakura – conquistou uma das maiores vitórias de sua promissora carreira ao bater o brasileiro e veterano do Bellator, John “Macapá”, por decisão unânime dos juízes após 15 minutos de luta.

No início da programação, tivemos as semifinais e a final do grande torneio dos leves do Rizin. O brasileiro Patricky “Pitbull” Freire, depois de nocautear o compatriota Luiz “Killer” Gustavo com um tiro de meta brutal aos 28 segundos de luta na semifinal do torneio, acabou derrotado por Tofiq Musaev, do Azerbaijão, por decisão unânime na final, que fechou o ‘card’ preliminar do evento.

Demorou, mas parece que enfim, o Rizin está revelando grandes nomes e transformando-os em estrelas. Um exemplo é Jake Heun – que entrou como Freddie Mercury – e ao melhor estilo Akhiro Gono, venceu com um nocaute brutal o ex-campeão Olímpico de Judô e atual lutador de MMA Satoshi Ishii.

Feliz da vida após o evento, o CEO da companhia, Nobuyuki Sakakibara, anunciou que pretende realizar 6-7 torneios em 2020.
O Rizin 21 já está agendado para o dia 22 de fevereiro de 2020 na Hamamatsu Arena.

O evento foi transmitido ao vivo pela TV paga Fite TV.

Os resultados do “Rizin FF 20” incluem :

Rizin FF 20
31 de Dezembro de 2019
Saitama Super Arena
Saitama, Japão

CARD PRINCIPAL:

Manel Kape venceu Kai Asakura por nocaute técnico aos 38s do R2
Kickboxing: Tenshin Nasukawa venceu Rui Ebata por nocaute técnico aos 2m47s do R1
Seo Hee Ham venceu Ayaka Hamasaki por decisão dividida
Mikura Asakura venceu “Macapá” por decisão unânime
Rena Kubota venceu Lindsey Vanzandt por nocaute técnico aos 4m42s do R3

CARD PRELIMINAR:

Tofiq Musaev venceu Patricky “Pitbull” Freire por decisão unânime
Jiří Procházka venceu CB Dollaway por nocaute a 1m55s do R1
Simon Biyong venceu Vitaly Shemetov por nocaute técnico aos 58s do R2
Hiromasa Ogikubo venceu Shintaro Ishiwatari por decisão dividida
Jake Heun venceu Satoshi Ishii por nocaute técnico a 1m12s do R1
Patrick Mix venceu Yuki Motoya por finalização a 1m37s do R1
Taiju Shiratori venceu Taiga Kawabe por nocaute técnico aos 3m00s do R2
Miyuu Yamamoto venceu Suwanan Boonsorn por decisão unânime
Patricky “Pitbull” Freire venceu Luiz “Killer” Gustavo por nocaute aos 28s do R1
Tofiq Musaev venceu Johnny Case por nocaute técnico aos 2m45s do R1

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 01/01/2020

Nobuyuki Sakakibara, CEO da companhia, mostrou-se satisfeito com os resultados do 20º evento numerado da maior franquia de MMA do Japão. No flagrante, ao lado de Seo Hee Ham, campeã do peso-átomo. ( Foto | créditos: @RIZINFF | Divulgação ).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.