Um novo evento de artes marciais mistas para mulheres será lançado em abril de 2020 no Japão

As irmãs da equipe DATE de artes marciais ( Hana DATE, Nao DATE, Ho DATE e Hualien DATE ) já anunciaram sua participação. ( Créditos | Cortesia : Divulgação RIN | Gonkaku ).

Atualmente o único evento feminino de artes marciais mistas do Japão, o ‘Deep Jewels’ poderá ter o seu posto ameaçado à partir de abril de 2020, quando acontecerá a edição inaugural de um outro show de MMA exclusivo para mulheres na ‘terra do Sol Nascente’.

O novo evento será realizado por membros da equipe de produção do “Ganryujima” – que está atualmente inativo – e foi inspirado no sucesso do “SEI ☆ ZA” ( Seiza ) – Girl’s Budo Entertainment, uma promoção de artes marciais para mulheres que teve o seu único show realizado em 2017.

As lutas serão disputadas sob o formato das ‘Custom Rules Bout’ ( “lutas com regras personalizadas” ), à semelhança das regras do “Ganryujima”, quando o show era promovido por Sadaharu Tanikawa, um antigo produtor do K-1.

De acordo com as regras do “Ganryujima”, em pé são permitidos golpes de ‘trocação’, tais como chutes e socos, além de técnicas de Wrestling e Sumô, como por exemplo, empurrar o adversário para fora do tatame por três vezes equivale à uma vitória por “Ippon”. No solo só é permitido trabalhar o “Ground and Pound” ( derrubar e bater ) e apenas por 15 segundos. As finalizações são permitidas apenas em pé.

Para o novo evento feminino, no entanto, foram feitas algumas modificações, para diferenciá-lo do “Ganryujima”.

Será aberta uma contagem até 10 quando uma competidora estiver inativa, não será permitido acertar o rosto quando no chão, as finalizações também serão permitidas durante a luta no solo e foi estipulado um tempo de 30 segundos, antes das lutadoras voltarem em pé.

Cotovelos são proibidos em pé e golpes como pontapés, joelhadas e cotoveladas são proibidos no chão.

Diferentemente do “Ganryujima”, será adotada a ‘regra das 3 contagens’ após uma queda ( se você segurar os ombros de sua oponente no chão por 3 segundos, vencerá a luta ).
Além disso, as competidoras usarão um quimono.

A área de luta – logicamente – será um tatame no formato de um círculo plano, semelhante ao utilizado no Sumo, ao invés de um ringue de boxe ou do tradicional ‘cage’ de MMA.
Contudo – assim como no “Ganryujima” – o novo evento feminino terá lutas distribuídas em três rounds de três minutos, mas diferentemente do show promovido por Sadaharu Tanikawa, também contará com lutas com três rounds de cinco minutos e ainda outras com dois rounds de dez minutos.

Além das lutas casadas ( individuais ), haverão disputas por equipes entre adolescentes e outras entre mulheres de 20 e 30 anos, mas também com lutadoras entre 40 e 50 anos ( categoria de ‘lendas’ ), vindas de artes marciais como Karatê, Judô, Sumô, Pro Wrestling, etc …

Estão sendo feitas chamadas para federações, organizações e dojôs de artes marciais em todo o Japão, mas até agora apenas a Zendokai e as quatro irmãs da equipe DATE de artes marciais ( Hana DATE, Nao DATE, Ho DATE e Hualien DATE ) confirmaram a sua participação.

Todas essas regras e novidades foram anunciadas em uma conferência de imprensa em Tóquio, capital do Japão, na quinta-feira, 19 de dezembro de 2019.

O evento de Bushido Feminino que tem o título provisório de “RIN” está programado para ser realizado em Tóquio, em abril de 2020 ( o local está sendo ajustado no momento ).

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 21/12/2019

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments