Ex-policial condenado à morte em Fukuoka

O Tribunal Distrital de Fukuoka condenou na sexta-feira à morte um ex-policial de 41 anos de idade por matar sua esposa de 38 anos, filho de nove anos e filha de seis anos em Ogori em 2017.

De acordo com a decisão no julgamento de juiz leigo, Mitsuru Nakata, ex-sargento da polícia de Fukuoka, estrangulou sua esposa Yukiko logo após a meia-noite de 5 de junho de 2017. Ele também estrangulou o filho Ryosuke e a filha Miyu.

Nakata se declarou inocente após sua prisão e manteve sua inocência durante o julgamento.

Nakata, que trabalhava para a divisão de despacho de comunicações da polícia da prefeitura, foi preso em 8 de junho de 2017, depois que a polícia recuperou seu DNA sob uma das unhas de sua esposa, sugerindo que ela o arranhou em uma luta.

Nakata também teve um ferimento no braço, que os promotores argumentaram ter sido causado por sua esposa tentando se defender.

Nakata afirmou que ele saiu para trabalhar no dia 6 de junho e que outra pessoa deve ter entrado na casa.

Os promotores disseram que o relacionamento tenso do casal foi o motivo do réu e disseram que a possibilidade de um invasor pode ser descartada com base em investigações policiais e evidências, incluindo imagens de câmeras de segurança perto de sua casa, informou o Kyodo News.

Os corpos das vítimas foram encontrados depois que a irmã da esposa visitou sua casa. A irmã encontrou a esposa deitada de bruços na cozinha no primeiro andar, enquanto os dois filhos foram encontrados mortos em seu quarto no segundo andar.

Fonte: Japan Today/Kyodo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.