“Musashi Rock Festival 2020” inova com “rock’n’roll” e Kickboxing

O novo ‘pôster’ destaca Musashi, Aerts e Hoost. Tele Marker apresenta o “Musashi Rock Festival 2020”. ( okmusic UP’s ). ( Cortesia | Créditos : Katsuhisa Minami | Divulgação MUSASHI ROCK FESTIVAL 2020 ).

O “Musashi Rock Festival 2020” é um evento que combina artes marciais e música e será realizado no Toyosu PIT ( Tóquio ), no 13 de janeiro do próximo ano.
Também conhecido vulgarmente como “Musafes”, o evento é organizado pelo artista marcial Musashi, um ‘ex-ás’ japonês do K-1 e seu irmão mais novo, TOMO.
É um show inovador e sem precedentes na terra do Sol Nascente por misturar artes marciais e “rock’n’roll”.

O “Musashi Rock Festival” aconteceu pela primeira vez no ZEPP TOKYO em outubro de 2009, para marcar a aposentadoria de Musashi do K-1.
Em 2020, Musashi comemora o 10º aniversário da sua aposentadoria do K-1 e do “Musashi Rock Festival” que será realizado novamente com o tema “títulos”.

No palco veremos alguns grupos musicais ‘ao vivo’ : coldrain, Do As Infinity, OLEDICKFOGGY, SEX MACHINEGUNS e 10-FEET, entre os que foram anunciados até agora.

Já a parte de lutas contará com alguns confrontos disputados sob as regras do Kickboxing.
Inicialmente teremos uma luta de contrato até 63kg entre Shohei Asahara ( PFP ) e Pietro Durya ( Holanda ). Em seguida veremos outra luta de contrato – desta feita até 72kg – envolvendo os atletas T-98 ( Crosspoint Kichijoji ) e Ilias Bokayua (Holanda). E para finalizar a parte esportiva serão chamados ao ringue os competidores Rikiya Yamashita ( Doshin Kaikan ) e Bada Ferdaos ( Holanda ) para uma luta casada de pesos pesados.

Além disso, três lendas do K-1, Ernesto Hoost, Peter Arts e – obviamente – Musashi, se farão presentes.

Um novo pôster de divulgação também foi lançado essa semana. O mesmo foi elaborado por Katsuhisa Minami, autor do mangá ‘The Fabre’ e amigo íntimo de Musashi.
O ‘pôster’ apresenta Peter Aerts e Ernesto Hoost ( mas com foco em Musashi ) e tem um ‘design’ inovador inspirado no “Musashi Rock Festival”.

Musashi é classificado por muitos como o melhor peso pesado japonês à pisar nos ringues do K-1 juntamente com com Masaaki Satake desde os primeiros dias do maior torneio de ‘strikers’ do mundo.
Musashi estreou profissionalmente em setembro de 1995 e se classificou entre os quatro melhores no K-1 GP’96. Em outubro de 1999, ele chegou ao topo da categoria peso-pesado no Japão ao vencer Masaaki Satake por decisão.
Mas Musashi também conquistou o segundo lugar no K-1 World GP 2003 / 2004, ou seja, por dois anos consecutivos. Sua última luta foi contra Jérôme LeBanner em setembro de 2009. No ano seguinte ele anunciaria a sua aposentadoria dos ringues.

Embora algumas promoções norte-americanas de MMA como o ‘King Of The Cage’ e mesmo o “FIGHTFEST”, de Royce Gracie, tenham saído na frente ao misturar lutas com ‘o bom e velho’ “rock’n’roll”, o “Musashi Rock Festival 2020” tem o seu mérito.
Pois como justificaria o ‘lendário’ Adriano Falabella em seu quadro “Enciclopédia do Rock”, durante o programa Alto Falante ( transmitido todos os finais de semana pela Rede Minas ) :

-“Porque ‘rock’n’roll’ é pra quem merece ! Gostas do delírio, baby ?”-em um dos seus bordões inesquecíveis para diversas gerações de roqueiros.

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 06/12/2019