Tribunal do Peru liberta Keiko Fujimori, presa por lavagem de dinheiro

O Tribunal Constitucional do Peru ordenou na segunda-feira a libertação do líder da oposição Keiko Fujimori, que foi presa no ano passado por suposta lavagem de dinheiro e por receber contribuições ilegais da construtora brasileira Odebrecht.

Os membros do tribunal superior do Peru decidiram libertar Fujimori por uma margem estreita, de quatro votos a favor e três contra, disse o presidente do órgão, Ernesto Blume, em entrevista coletiva.

Fujimori cumpre uma sentença pré-julgamento de 18 meses desde outubro de 2018, depois que os promotores disseram que ela liderou uma organização criminosa e recebeu milhões de dólares da Odebrecht durante sua campanha eleitoral em 2011. Ela nega as acusações.

“O tribunal não julgou a questão substantiva no caso da cidadã Keiko Fujimori e não a declarou absolvida nem a condenou”, disse Blume.

Fonte: Reuters

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.