Empresários japoneses e sul-coreanos querem economia mais livre e democrática

Líderes empresariais japoneses e sul-coreanos concordaram na sexta-feira sobre a importância de continuar o comércio do setor privado entre os dois países, não importa como as situações políticas e diplomáticas mudem.

Os dois lados adotaram uma declaração conjunta confirmando sua visão compartilhada em uma reunião em Tóquio, com a participação de cerca de 20 empresários e realizada pela Federação Empresarial do Japão, ou Keidanren, e pela Federação das Indústrias Coreanas.

O presidente da Federação Empresarial do Japão, Hiroaki Nakanishi, terceiro da direita, e o presidente da Federação das Indústrias Coreanas, Huh Chang-soo, terceiro da esquerda, participam de uma reunião em Tóquio na sexta-feira. Foto: Jiji Press

Os participantes discutiram do ponto de vista do setor privado o que mais deve ser feito para a cooperação econômica e industrial bilateral, em um momento em que as relações dos dois países caíram principalmente devido à questão do trabalho em tempo de guerra e aos controles mais rígidos de exportação do Japão sobre materiais semicondutores.

“As economias japonesa e sul-coreana, inseridas em uma cadeia de suprimentos, são parceiros que são mutuamente essenciais”, disse o presidente da Keidanren, Hiroaki Nakanishi, no início da reunião.

O presidente da federação sul-coreana, Huh Chang-soo, disse que os dois países devem liderar os esforços para proteger o valor da economia de mercado livre e democrática, em meio a ameaças crescentes à ordem comercial internacional contra o protecionismo.

Fonte: Jiji Press

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.