Japão ocupa o 53° lugar no índice de proficiência de inglês, diz órgão

A proficiência em inglês no Japão foi classificada como “baixa” pelo quarto ano consecutivo, de acordo com um índice anunciado este mês por uma organização global de educação, e isso pode ser parcialmente devido à economia estagnada.

O Japão ficou em 53º lugar entre 100 países e regiões cuja língua nativa não é o inglês no “Índice de Proficiência em Inglês”, compilado pela EF Education First, sediada na Suíça.

O ranking do Japão é quatro posições abaixo do ano passado, ficando atrás da China na 40ª e na Coréia do Sul na 37ª, de acordo com a organização, que oferece treinamento em idiomas em todo o mundo.

“Baixo” é o segundo menor dos cinco agrupamentos com base na classificação.

A Holanda ficou em primeiro lugar, seguida pela Suécia em segundo e Noruega em terceiro.

O Japão ficou em 11º lugar entre 25 países e regiões asiáticos.

Reina Endo, uma funcionária de relações públicas da organização, disse: “Nas economias emergentes, os falantes de inglês tendem a obter renda mais alta, para que as pessoas tenham uma motivação mais forte para aprender. A economia japonesa está estagnada e, como resultado, a A proficiência em inglês do japonês não melhorou nos últimos 10 anos”.

A empresa de educação, que realiza o teste gratuitamente on-line, anuncia o ranking desde 2011.

Um total de 2,3 milhões de pessoas fizeram o teste este ano, um aumento de 77% em relação ao ano passado, com dezenas de milhares de japoneses participando.

O Japão ficou em 14º lugar entre os 44 países e regiões em 2011, mas seu ranking caiu ano após ano à medida que mais países participam. O Brasil ocupa a 59° posição geral.

Fonte: Asahi/EF

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.