51 crianças feridas em ataque químico na China

Mais de 50 pessoas, a maioria crianças, foram feridas por um homem que invadiu um jardim de infância no sudoeste da China e as pulverizou com líquido corrosivo, disseram autoridades locais na terça-feira.

O suspeito, de sobrenome Kong, de 23 anos, entrou no jardim de infância escalando uma parede antes de pulverizar as vítimas com hidróxido de sódio, disseram autoridades locais na cidade de Kaiyuan, província de Yunnan.

O ataque ocorreu na segunda-feira às 15h35, disseram as autoridades em sua conta Weibo, semelhante ao Twitter.

Cerca de 51 crianças e três professores foram internados no hospital para tratamento, dois com “sintomas graves”.

A polícia prendeu Kong menos de uma hora após o ataque.

“Como seus pais se divorciaram durante a infância, a falta de calor da família resultou em distorção psicológica”, disseram as autoridades locais, acrescentando que o trabalho e a vida de Zhang também eram insatisfatórios.

Tudo isso criou uma “mentalidade pessimista e pensamentos sobre retaliação contra a sociedade”, disseram eles.

Ataques violentos contra crianças em idade escolar não são incomuns na China, que registrou uma série de incidentes mortais nos últimos anos – geralmente envolvendo facas.

Em abril do ano passado, um homem de 28 anos matou nove estudantes do ensino médio quando voltavam para casa em um dos mais mortais ataques de faca do país nos últimos anos.

O assassino, que disse ter sofrido bullying quando frequentou a escola na província de Shaanxi, no norte da China, foi executado em setembro do ano passado.

No final de 2018, uma mulher que usava faca feriu 14 crianças em um jardim de infância na província de Sichuan.

O agressor de 39 anos esfaqueou os alunos enquanto eles retornavam à sala de aula após os exercícios da manhã.

Fonte: AFP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.