Fukushima Bank se une ao SBI para criar quarto maior “megabanco” japonês

O Fukushima Bank disse segunda-feira que concordou em formar uma ligação de capital e negócios com a grande empresa de serviços financeiros on-line, SBI Holdings Inc.

O banco regional que opera principalmente na província de Fukushima se unirá à iniciativa da SBI de criar o “quarto megabanco” do país, ou uma união de bancos regionais, por meio de investimentos nos credores. Será o segundo banco a aderir à iniciativa depois do Shimane Bank, com sede em Matsue, Shimane Prefecture.

O SBI investirá 1,11 bilhão de ienes no Fukushima Bank para se tornar seu principal acionista, com uma participação acionária de cerca de 18%.

Especificamente, a SBI comprará 5 milhões de novas ações a serem emitidas pelo Fukushima Bank sob um esquema de distribuição de terceiros por 222 ienes cada. Incluindo as ações detidas pelas subsidiárias, a participação geral do grupo SBI no banco aumentará para cerca de 19%. O SBI também enviará um funcionário para servir no conselho do Banco Fukushima.

O banco espera fortalecer seus laços com o SBI com base em suas medidas cooperativas existentes, como vendas de produtos financeiros. O credor também está buscando aumentar sua lucratividade, obtendo apoio da SBI nos campos de gerenciamento de ativos e tecnologia da informação.

A medida ocorre quando os bancos regionais lutam em meio a uma população cada vez menor e devido a efeitos adversos da política monetária ultra-fácil do Banco do Japão.

A Agência de Serviços Financeiros ordenou ao Fukushima Bank que melhore seus negócios depois de registrar um prejuízo líquido consolidado pela primeira vez em sete anos no ano fiscal de 2017.

Depois de definir Takahiro Kato como presidente, o Fukushima Bank voltou ao preto no ano seguinte. Mas aumentar a lucratividade permaneceu um desafio para o banco.

A quarta iniciativa do megabank busca investir em bancos regionais apenas pelo SBI ou por meio de uma holding criada conjuntamente pela empresa e pelos principais bancos.

Em uma entrevista recente, o presidente do SBI, Yoshitaka Kitao, revelou que cerca de 10 bancos regionais manifestaram interesse em aderir à iniciativa.

Fonte: Jiji Press

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.