Abe planeja criar primeiro pacote de estímulo em 3 anos

O primeiro-ministro Shinzo Abe instruiu na sexta-feira seu gabinete a elaborar um pacote de medidas para aumentar os esforços de recuperação e revitalização em áreas atingidas por tufões e para sustentar a economia.

É a primeira vez que o governo compila um pacote de estímulo desde agosto de 2016.

“Vamos elaborar novas medidas econômicas com base em um orçamento de 15 meses, a fim de acelerar os esforços de reconstrução pós-desastre, lidar com riscos externos e aumentar a produtividade”, disse Abe em uma reunião do gabinete no mesmo dia.

Durante a reunião, o primeiro-ministro também ordenou a compilação de um orçamento suplementar para o ano fiscal de 2019, que começou em abril. O próximo pacote econômico será financiado por reservas orçamentárias do orçamento inicial do exercício fiscal de 2019, bem como pelo orçamento suplementar do exercício financeiro de 2019 e pelo orçamento inicial do exercício financeiro de 2020.

“Ao compilar um orçamento suplementar e combinar reservas do orçamento deste ano fiscal com medidas temporárias e especiais no orçamento do próximo ano fiscal, adotaremos abordagens flexíveis e abrangentes”, disse ele.

Abe disse que vai buscar esforços para a prevenção e mitigação de desastres, bem como medidas para aumentar a resiliência do país a desastres naturais, como um pilar do novo pacote de estímulos. Ele disse que o governo analisará casos de violação de barragens causados ​​por tufões recentes para a elaboração de medidas de prevenção de enchentes.

O primeiro-ministro disse ainda que as medidas econômicas se concentrarão em ajudar as pequenas empresas e os setores agrícola, florestal e pesqueiro a se prepararem para uma possível desaceleração da economia. As etapas para o estabelecimento de infraestrutura para acomodar cerca de 60 milhões de turistas estrangeiros por ano também serão incluídas no pacote.

Fonte: Jiji Press

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.