Pesquisa: 67% dos japoneses estão lendo menos

Cerca de 67,3% dos japoneses dizem que estão lendo menos, com cerca de um terço dessas pessoas atribuindo o declínio ao tempo gasto em dispositivos como smartphones, segundo uma pesquisa da Cultural Affairs Agency.

É a primeira pesquisa de leitura em cinco anos na pesquisa de opinião da agência sobre o idioma japonês.

A proporção de pessoas que lêem menos aumentou 2,2 pontos percentuais em relação ao ano fiscal de 2013, quando 65,1% dos entrevistados deram a mesma resposta. Na pesquisa para o ano fiscal de 2008, 64,6% disseram que sua quantidade de leituras havia diminuído.

A parcela de pessoas que estão lendo menos foi particularmente alta em mulheres entre os 20 e 40 anos.

Sobre as razões por trás da tendência, 49,4% das pessoas questionadas disseram estar ocupadas demais com o trabalho ou estudo, a resposta mais popular. Isso foi seguido por razões de saúde, incluindo problemas de visão, em 37,2%, e tempo gasto em dispositivos de tecnologia da informação, em 36,5%.

A taxa de pessoas que usam smartphones e outros dispositivos como a razão por trás da queda na leitura aumentou mais de 10 pontos em cada pesquisa desde o ano fiscal de 2008, passando de 14,8% no ano fiscal de 2008 e 26,3% no ano fiscal de 2013.

“As pessoas se comunicam através de tais dispositivos usando várias palavras, então não podemos dizer com certeza que suas habilidades linguísticas se deteriorarão”, disse a agência.

A porcentagem de pessoas que lêem menos de um livro por mês ficou em 47,3%, permanecendo praticamente inalterada nas duas pesquisas anteriores.

Fonte: Jiji Press

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.