Atriz pornô Orion Starr perde em sua estreia no MMA profissional

A estrela de filmes adultos conhecida como ‘Orion Starr’ teve a sua estreia no MMA profissional diante de Elise Reed em luta realizada na Mohegan Sun Arena, em Montville, Connecticut, USA, durante o Bellator 231.

Lutando com o seu nome verdadeiro – Rebecca Bryggman – a jovem de 25 anos mostrava toda a sua confiança antes da luta :

-“Hoje à noite eu sacrifico a alma dela. Mal posso esperar para lutar. Trabalhei muito para esta estréia como profissional de MMA e terei a oportunidade no @bellatormma.”-escreveu Bryggman, em seu Instagram ( the _last_starrgaryen ).

No entanto, sua recepção nas fileiras profissionais, na noite de sexta-feira ( 25 de outubro ), foi brutal.
Rebecca Bryggman – ou ‘Orion Starr’, se preferir – acabou sendo derrotada por Elise Reed com um nocaute técnico antes do término do primeiro round.

Bryggman começou a luta de uma maneira confortável, aparentemente se mantendo no centro do octógono durante a troca de golpes inicial.
Mas Reed assumiu o controle no final do round inicial e prendeu a novata contra a grade, acertando-a à vontade.
Foi então que o árbitro, Bryan Miner, entrou em ação e parou a luta imediatamente, salvando Bryggman de um castigo ainda maior. Restavam apenas 13 segundos para o round terminar.

Esta não foi a primeira vez que Bryggman lutou: de acordo com a mídia especializada, a atriz já havia vencido em duas lutas amadoras de MMA disputadas anteriormente : uma contra Sara López e outra contra Alayna DeFranco, ambas no show Triton Fights, uma promoção em Nova York.

Após a luta, Bryggman parabenizou sua adversária e prometeu seguir carreira no esporte :

-“Estou tão feliz e sei que tornei meu sonho realidade. Continuarei me esforçando para seguir nessa estrada. Nada vai me parar … nada ! Eu vou voltar … estou com fome de mais lutas.”-comentou Rebecca.

Bryggman nasceu em 1 de fevereiro de 1994 em Long Island, NY, USA. Ela começou a praticar MMA em 2016 e desde então, tem se envolvido cada vez mais com a modalidade, o que culminou em sua estreia como uma profissional do esporte.

Em suas redes sociais, ela se define como “lutadora de MMA, modelo alternativa, estrela de cinema adulto, vocalista e cosplayer”.

Ainda no Bellator 231, tivemos um ‘main event’ ( evento principal ), composto por um duelo de veteranos pesos pesados, em que Frank Mir ( nascido Francisco Santos Mir III ) derrotou Roy Nelson por decisão unânime.
O faixa preta de Kenpō Karatê de 40 anos se recuperou de uma série de derrotas em quatro lutas para conquistar sua segunda vitória sobre o americano Roy Nelson – um lutador de Kung Fu – oito anos depois que os dois se enfrentaram no UFC.

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 30/10/2019

In this article

Join the Conversation

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.