Procuradores dos EUA planejam reunião sobre investigação antitruste do Google

Os procuradores gerais dos EUA que investigam o Google planejam se reunir no próximo mês no Colorado para discutir uma investigação sobre se as práticas comerciais da gigante das buscas infringem a lei antitruste, de acordo com três fontes bem informadas sobre a reunião.

A reunião, que está sendo planejada para 11 de novembro, seria semelhante a uma reunião desta semana em Nova York, onde agentes estaduais e federais do Departamento de Justiça e da Comissão Federal de Comércio discutiram sua investigação sobre o Facebook, de acordo com uma das fontes.

Uma segunda fonte disse que esta reunião abordaria questões organizacionais e provavelmente seria uma de uma longa série de reuniões para discutir a investigação.

A investigação do Google parece estar bem encaminhada desde que o Texas enviou uma intimação ao gigante de buscas e publicidade pedindo informações sobre seus negócios com anúncios. No início deste mês, o Google começou a enviar dados aos procuradores-gerais.

A investigação, que envolve todos os procuradores gerais do estado, exceto o Alabama e a Califórnia, procura investigar o negócio opaco da publicidade digital online, onde o Google é um participante dominante.

Os procuradores-gerais do Distrito de Columbia, Guam e Porto Rico também fazem parte da investigação.

O Google, que não comentou esta história, oferece buscas gratuitas, e-mail e outros serviços, mas grande parte de sua receita é proveniente de publicidade.

O Google havia dito anteriormente que estava cooperando com reguladores federais e com a investigação do estado.

O Google enfrenta outras duas grandes investigações – uma investigação do Departamento de Justiça dos EUA e uma investigação do Comitê Judiciário da Câmara dos Deputados -, as quais têm amplas análises das grandes empresas de internet em andamento.

Fonte: Reuters

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.