Resultados e destaques dos ‘cards’ I e II do ONE: “Century” 世紀

O ONE Championship promoveu um ‘card’ dividido em duas partes para comemorar a sua 100ª edição, que foi realizada neste domingo ( 13 de outubro ), no icônico Ryögoku Kokugikan, em Tóquio, no Japão.
Os destaques da programação foram a consagração da canadense Angela Lee e a violenta luta entre Aung La Nsang e Brandon Vera.

Angela Lee vinha de duas derrotas seguidas, mas conseguiu reverter seus recentes infortúnios ao vencer a chinesa Xiong Jing Nan no ‘main event’ ( evento principal ) do ONE: “Century”-Parte 1.
Estava em jogo o título de campeã do peso átomo feminino ( até 52,2 kg no ONE ), ainda em posse de Angela.
Sua adversária, a chinesa Xiong Jing Nan, foi a responsável pela sua primeira derrota como profissional de MMA, durante a disputa do título de campeã mundial do peso palha feminino ( até 56,7 kg ), em março passado.

Mas, desta feita, Lee obteve a sua revanche ao se vingar de Xiong Jing Nan com apenas 12 segundos restantes para o final do quinto round. Foi uma batalha entre as duas e a vitória de Lee veio através de uma finalização ( mata-leão ), que à salvou de um destino incerto no placar dos juízes.
Ao manter a cinta em sua divisão de peso, Lee frustrou a tentativa de Xiong de se tornar uma campeã mundial em duas diferentes categorias de peso simultaneamente.

No ‘co-main event’ ( evento co-principal ), vimos Demetrious Johnson ser coroado campeão do torneio dos pesos-moscas do ONE após dominar o “grappler” filipino Danny Kingad por três rounds.
O ex- campeã do Ultimate Fighting Championship, apelidado de “Mighty Mouse”, ameaçou seu adversário com tentativas de finalização tais como kimuras, entre outras, além de encaixar algumas pegadas de costas e desferir ataques esporádicos por cima, quando necessário. O expediente lhe garantiu a vitória por decisão unânime.
Como vencedor do GP dos Moscas, Demetrious Johnson conquistou o direito de enfrentar o brasileiro Adriano Moraes, atual campeão da categoria no ONE.

Já Christian Lee, ( irmão de Angela Lee ), substituiu o ex-campeão do UFC Eddie Alvarez com dez dias de antecedência na finalíssima do GP dos Leves e fez bonito ao dominar Saygid Guseyn por três rounds para conquistar a vitória decisão unânime, mesmo desfecho da luta de Yuya Wakamatsu, ao vencer Dae Hwan Kim.

Por sua vez, o ex-UFC Yushin Okami passou por Agilan Thani por decisão dividida.

Quanto ao melhor nocaute desse ONE: “Century”-Parte 1 ( em nossa opinião ), foi protagonizado pelas mulheres, quando Jane Todd nocauteou Ekaterina Vandaryeva com um chute alto na cabeça.

Já o ONE Championship “Century”-Parte 2 teve como maior destaque a violenta luta entre o campeão dos meio-pesados da franquia, Aung La Nsang e Brandon Vera, ex-campeão do UFC.
A luta – que foi realmente digna de um ‘main event’ – iniciou com Vera ( de 42 anos, mas bem maior que Aung ) levando vantagem ao usar a envergadura para controlar a distância, além de colocar bons chutes no corpo.

O duelo atingiu o seu clímax já no segunda round, quando Nsang atingiu Vera com uma cotovelada giratória. Vera tentou revidar, mas acabou pressionado contra a grade do ‘cage’, de onde Nsang desencadeou uma saraivada de golpes que obrigaram o juiz a parar a luta aos 3:23.

No ‘co-main event’ desse segundo ‘card’ do ONE: “Century”, vimos o veterano Shinya Aoki retomar o caminho das vitórias, graças à uma finalização com apenas 54 segundos de sua luta contra o filipino Honorio Banario. Com grande apoio do público local, o japonês aumentou o seu recorde no MMA para 44 vitórias.

Naquela que talvez seja “a maior rivalidade” do ONE, o brasileiro Bibiano Fernandes não deu chances à Kevin Bellingon, e mostrou um jogo muito sólido, não dando espaço para o seu adversário e colocando muita pressão. Após aplicar uma bela queda no segundo round, chegou à finalização com um mata-leão, o que lhe garantiu o título de campeão mundial do peso-galo.

Bibiano Fernandes fecha assim a ‘quadrilogia’ ( ou “tetralogia”, se preferir ) com seu maior rival, Kevin Bellingon : 2-1-1 nas lutas entre eles, sendo duas vitórias para Bibiano, uma desqualificação por golpes ilegais e uma vitória por decisão unanime para o lutador de Kung Fu.
Essa também foi a 24ª vitória da carreira do manauara no MMA.

Aqui estão os resultados completos do ONE: “Century” Parte 1 e Parte 2.

Resultados do ONE Championship “Century”-Parte 1:

MMA:
Angela Lee venceu Xiong Jing Nan por finalização ( mata-leão ) – quinto round, 4:48 [ luta pelo título do peso átomo feminino ]
Demetrious Johnson venceu Danny Kingad por decisão unânime [ Final do Grand Prix do peso mosca ]
Christian Lee venceu Saygid Guseyn Arslanaliev por decisão unânime,
Yuya Wakamatsu venceu Dae Hwan Kim, por decisão unânime,
Yushin Okami venceu Agilan Thani por decisão dividida
Itsuki Hirata venceu Rika Ishige por finalização ( armlock ) – segundo round, 4:41
Lito Adiwang venceu Senzo Ikeda por nocaute técnico ( lesão no braço ) – primeiro round, 1:57
Chang Min Yoon venceu Phoe Thaw por finalização ( mata-leão ) – primeiro round, 3:17
Won Il Kwon venceu Sunoto Peringkat por nocaute técnico ( socos ) – primeiro round, 1:43

Muay Thai:
Janet Todd venceu Ekaterina Vandaryeva por nocaute – segundo round, 2:20
Sam-A Gaiyanghadao venceu Darren Roland por nocaute – segundo round, 1:20

Resultados do ONE Championship “Century”-Parte 2:

Aung La Nsang venceu Brandon Vera por nocaute técnico ( socos ) aos 3:23 do segundo round [ luta pelo título dos meio-pesados ]
Shinya Aoki venceu Honorio Banario por finalização ( estrangulamento ) aos 0:54 do primeiro round
Bibiano Fernandes venceu Kevin Bellingon por finalização ( mata-leão ) aos 2:16 do segundo round [ luta pelo título dos galos ]
Rodtang Jitmuangnon venceu Walter Gonçalves por decisão dividida [ campeonato mundial dos pesos leves de Muay Thai ]
Giorgio Petrosyan venceu Samy Sana por decisão unânime [ campeonato mundial dos pesos penas de Kickboxing ]
Arjan Bhullar venceu Mauro Cerilli por decisão unânime
Mei Yamaguchi venceu Jenny Huang por decisão unânime
Yosuke Saruta venceu Daichi Kitakata por nocaute ( soco ) aos 0:59 do segundo round
Shoko Sato venceu Rafael Silva por nocaute técnico ( socos ) aos 4:30 do segundo round
Hiroyuki Tetsuka venceu Hernani Perpetuo por decisão unânime
Takasuke Kume venceu Koshi Matsumoto por decisão unânime

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 14/10/2019

In this article

Join the Conversation

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.