Policial preso por suposta agressão sexual em Saitama

Um sargento de 32 anos que trabalha na Divisão de Operações Especiais da Polícia Ferroviária da Polícia da Prefeitura de Saitama foi preso por suspeita de agressão indecente.

Segundo a polícia, Koji Tono é acusado de entrar na casa de uma mulher de 20 anos na ala Minami, Saitama, em 26 de agosto, fingindo ser um funcionário de uma imobiliária, informou a Fuji TV. Ele então supostamente apalpou a mulher e a agrediu sexualmente.

A polícia disse que o suspeito, que estava de folga, negou parcialmente a acusação. Ele foi citado como tendo dito: “Entrei na casa sob falsas pretensões, mas não toquei o corpo da mulher”.

A mulher disse que não conhece Tono.

A Divisão de Operações Especiais da Força Policial Ferroviária, onde Tono trabalha, é responsável por prevenir crimes como roubo e tatear dentro de trens e estações.

Fonte: Japan Today

In this article

Join the Conversation

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.