Coréia do Norte exige que o Japão pague indenização por afundar barco de pesca

O Ministério das Relações Exteriores da Coréia do Norte “exigiu fortemente” no sábado que o Japão pague uma compensação por um barco de pesca que afundou quando colidiu com um barco de patrulha japonês no início desta semana, informou a mídia estatal norte-coreana.

A colisão na segunda-feira foi deliberada e “um ato de gângster” do Japão e Tóquio deve tomar medidas para evitar futuros incidentes, disse um porta-voz do Ministério das Relações Exteriores em comunicado divulgado pela agência de notícias estatal KCNA.

“Exigimos fortemente que o governo japonês compense os danos materiais ao afundar nosso navio”, afirmou o porta-voz. “Se esse incidente ocorrer novamente, o Japão enfrentará uma conseqüência indesejável”.

A guarda costeira japonesa disse na segunda-feira que resgatou cerca de 60 tripulantes norte-coreanos de um barco de pesca que afundou após colidir com o barco de patrulha que o perseguia para fora das águas japonesas.

O funcionário do Ministério das Relações Exteriores contestou a alegação do Japão de que uma curva acentuada do barco norte-coreano causou o acidente.

O barco de pesca estava “em uma navegação normal”, disse a autoridade no comunicado.

“O Japão tenta impacientemente justificar seu ato deliberado, e até age como um culpado entrando com a ação primeiro”, disse a autoridade. “No entanto, eles não podem fugir de sua responsabilidade por este incidente de afundar nossa embarcação e ameaçar até a segurança de sua tripulação”.

Na época, as autoridades japonesas disseram que o barco norte-coreano estava pescando ilegalmente na zona econômica exclusiva do Japão.

Fonte: Reuters