Confira os destaques do Pancrase 308 que rolou domingo em Tóquio

Quando o verão se transforma em outono no Japão é um sinal que estamos entrando em um território privilegiado para o MMA japonês enquanto nos dirigimos para os grandes eventos do final do ano.
Foi assim no domingo, dia 29 de setembro, quando o Pancrase sediou o seu 308º evento ( numerado ) no Studio Coast, em Tóquio, Japão.

No evento principal, tivemos uma luta válida pelo título de ‘Rei do Pancrase’ no peso intermediário, onde o lutador vindo da Rússia, Salimkhan Sadulloev acabou vencendo o japonês Yusuke Kasuya por TKO aos 37 segundos do segundo round.

Em outra das principais lutas da programação, o americano Rilley Dutro venceu o japonês Toru Ogawa por nocaute técnico aos 4 minutos e 33 segundos do primeiro round na competição válida pela categoria do peso mosca.

No clássico “Brasil x Japão”, Tatsuya Saika venceu o brasileiro Tom Santos por nocaute técnico aos 4 minutos e 17 segundos do primeiro round. Apesar da derrota, o atleta do Team Brazilian Thai mostrou o porquê de estar fazendo fama na terra do Sol Nascente.

Apesar da atleta Nori Date não ter batido o peso ( 2,45 kg de diferença ), o que forçou o cancelamento da sua luta com Hyun Ji Jang, a noite ainda reservou grandes emoções para os amantes do MMA feminino.

Em uma das principais lutas entre mulheres do ‘card’, a veterana do peso mosca Takayo Hashi encarou a brasileira Mayra Cantuária. Cantuaria venceu por decisão dos juízes ( 3-0 ), após três rounds.

Em outra luta da divisão feminina, desta feita, uma luta válida pelo título de campeã interina na categoria peso palha, a veterana do JMMA, Emi Fujino, venceu a brasileira Edna Oliveira após o round inicial. Edna fraturou o pulso direito e não pode voltar para o segundo round.

Após a luta, a lutadora japonesa declarou :
-“Decidi sobreviver antes de lutar. E eu vou me tornar campeão e conquistar o cinturão no dia 8 de dezembro”.-disse fortemente Emi Fujino.

Ao término da noite, o japonês Mitsuhisa Sunabe também se manifestou :
-“Como ‘Hall da Fama’, terei um novo desafio para ser ‘Rei do Pancrase’. Eu levarei o evento Pancrase para a minha base em Okinawa no próximo ano. Farei isso para ajudar os lutadores que não tem chance de lutar.”-discursou.

O Pancrase 308 contou com transmissão “ao vivo” pelo UFC Fight Pass.

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 01/10/2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.