Wanderlei Silva poderá assinar contrato com o Bare Knuckle Fighting Championship

Tudo começou com rumores, mas aos poucos o ex-campeão do PRIDE, Wanderlei Silva, foi estreitando os seus laços com os shows de “Bare Knuckle Boxing” ou boxe ‘sem luvas’, na tradução para o português.

Inicialmente, Wanderlei deveria ser apenas um convidado ‘vip’ no Bare Knuckle Fighting Championship 8, cujo ‘main event’ ( evento principal ) será a luta entre os também brasileiros e ex-lutadores do UFC, Antonio “Bigfoot” Silva e Gabriel Gonzaga.
O show acontecerá no dia 19 de outubro em Tampa, Flórida, USA.

O Bare Knuckle FC, cujo presidente é David Feldman, vem conquistando grandes contratações nos últimos tempos, incluindo os dois ‘headliners’ do próximo show.

Agora, comenta-se que Silva deverá ser anunciado como um lutador contratado pela promoção durante o mesmo BKFC 8, de acordo com a jornalista Amy Kaplan, em matéria publicada recentemente no FanSided.
A notícia já foi replicada em outros portais, como o MMA Mania e MMA Japan, além de ter sido comentada por outras fontes na sexta-feira.

Silva, 43 anos, retorna após um hiato de quatro anos, desde que perdeu para Chael Sonnen por decisão e para Quinton “Rampage” Jackson por nocaute técnico, em duas lutas válidas pelo Bellator. Foi a primeira vez que o curitibano perdeu duas lutas consecutivas no MMA desde os anos de 2008 e 2009.

Entretanto, Silva não é um estranho ao formato de lutas com os ‘punhos nus’, pois ele iniciou sua carreira profissional lutando sem luvas, ainda sob as regras do antigo ‘Vale Tudo’.

Se a sua contratação se confirmar, ele se juntará à nomes como Artem Lobov, Chris Leben, Melvin Guillard e Jason Knight. Todos são ex-lutadores do UFC que estão testando as suas mãos no BKFC.

Embora não haja um cronograma para a estréia de Silva no BKFC, já existe até mesmo um lutador interessado em dar as boas vindas ao “Axe Murderer” na nova modalidade.
Trata-se do norte-americano Shannon Ritch, que ostenta um cartel de 57-88-0-4 no MMA e 26-3-0 no boxe ‘sem luvas’.

O veterano de 49 anos já lutou em shows do porte do PRIDE e do Pancrase, entre muitas outras franquias de MMA pelo mundo e entre seus adversários estão incluídos verdadeiros ícones do esporte tais como Dan Severn, Kazushi Sakuraba, Shonie Carter, Yuki Kondo, Frank Shamrock, Renato Veríssimo e José “Pelé” Landy, entre muitos outros lutadores.

Se essa luta se concretizar, Ritch deverá colocar o seu título de campeão dos pesos pesados do BKFC em jogo.

Além de colocar frente à frente dois veteranos do PRIDE, um duelo dessa dessa magnitude traria o “Bare Knuckle Boxing” de volta aos holofotes e venderia bastante pacotes de ‘pay-per-view’ entre os fãs de luta ‘hardcore’ em todo o mundo.

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 30/09/2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.