Temporada de gripe já começou em Tóquio, deixando autoridades em alerta

A região metropolitana de Tóquio recentemente está sendo abalada por uma epidemia de gripe, 2 meses mais cedo comparada ao ano passado, o que poderia resultar em “graves conseqüências”.

Especialistas médicos disseram que não se sabe por que a temporada de gripe começou tão cedo em 2019 e que o pico da epidemia pode vir mais cedo do que o habitual como resultado.

O número médio de pacientes com influenza em 419 instituições médicas na região metropolitana ficou em 1,06 por instituição médica na semana de 16 a 22 de setembro na última contagem, de acordo com um anúncio em 26 de setembro pelo governo metropolitano de Tóquio.

Considera-se que uma epidemia de gripe começou se o número médio de pacientes por instituição médica exceder uma referência de 1,0.

Norio Sugaya, médico e especialista em gripe no Hospital Keiyu, em Yokohama, pediu vigilância, observando a gravidade da situação.

“O número médio de pacientes com gripe que ultrapassam 1,0 neste momento terá consequências graves, já que Tóquio tem uma população de mais de 10 milhões e um tráfego intenso de pessoas”, disse ele.

A temporada de gripe geralmente começa entre o final de novembro e o início de dezembro. No ano passado, começou em dezembro.

Embora a doença infecciosa esteja se espalhando por toda a área metropolitana, mais pacientes foram relatados no norte de Tóquio em cidades como Kiyose e Kodaira.

As instituições médicas geralmente iniciam seus programas de vacinação contra a gripe no início de outubro e leva cerca de duas semanas para que a vacina se torne eficaz.

O início precoce da temporada de gripe aumenta a possibilidade de a epidemia se espalhar para regiões mais amplas do que o habitual e de os pacientes apresentarem sintomas mais graves da doença.

Fonte: Asahi

In this article

Join the Conversation

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.