Homem preso por assassinato de enteado de 9 anos

Um homem de 32 anos foi preso na quinta-feira devido à morte de seu enteado de 9 anos, um dia após o corpo da criança ter sido encontrado em um prédio de apartamentos onde moravam em Saitama, informou a polícia.

Yusuke Shindo admitiu ter assassinado o garoto e disse à polícia que escondeu o corpo depois de matá-lo, disseram fontes de investigação. Ele foi citado por dizer que ficou bravo quando o garoto lhe disse: “Você não é meu pai de verdade”.

O corpo de Ryosuke Shindo, com marcas de estrangulamento, foi encontrado antes das 13h de quarta-feira em uma caixa de medidores em frente ao apartamento da família, depois que sua mãe de 42 anos, professora, o informou desaparecer na noite de terça-feira, de acordo com a polícia.

Shindo foi preso por suspeita de abandonar o corpo da criança na caixa do medidor.

O padrasto desempregado contou à mãe naquela noite que o menino havia frequentado uma escola de conversação em inglês, mas a criança não voltou para casa na hora prevista. Desde então, a polícia iniciou uma investigação de assassinato e determinou que o garoto nunca chegou à escola.

O corpo foi encontrado vestido com uma camiseta e shorts, mas sem sapatos. Uma autópsia descobriu que ele morreu de asfixia.

O garoto adorava aprender inglês e frequentava uma aula uma vez por semana, de acordo com um professor. Um dia antes de seu corpo ser encontrado, o garoto falhou pela primeira vez na escola de inglês que frequentava desde abril.

A mãe de um de seus colegas de classe disse que ficou surpresa ao saber que o homem havia sido preso, acrescentando que a caixa do medidor costumava ser usada por crianças ao brincar de esconde-esconde.

“Não sinto nada além de simpatia pela mãe”, disse a mulher de 40 anos.

O complexo de apartamentos é um alojamento para professores localizado a cerca de 4 km a leste da estação JR Omiya.

Fonte: Kyodo

In this article

Join the Conversation

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.