Suga: visita a Takeshima é inaceitável

A recente visita de parlamentares sul-coreanos às ilhas de Takeshima, no Mar do Japão, reivindicada pelos japoneses, é inaceitável, disse o secretário-geral do gabinete, Yoshihide Suga, na segunda-feira.

A visita no sábado “não é aceitável, pois Takeshima é o território inerente do Japão, baseado em fatos históricos e no direito internacional”, disse Suga em entrevista coletiva. O governo japonês já apresentou um protesto contra a visita.

O grupo de ilhas em questão, localizado fora da província de Shimane, é chamado de Dokdo na Coréia do Sul.

Enquanto isso, Suga se recusou a comentar as observações feitas em resposta à ação dos legisladores sul-coreanos por Hodaka Maruyama do NHK kara Kokumin wo Mamoru To (partido para proteger o povo da NHK).

Em seu feed no Twitter, o legislador da Câmara dos Deputados disse que “a guerra é a única maneira de voltar” à Takeshima, controlada pela Coréia do Sul. Ele já transmitiu uma opinião semelhante sobre as ilhas russas dos territórios do norte, ao largo de Hokkaido.

“Como governo, gostaríamos de nos abster de comentar as observações de parlamentares”, disse Suga.

Fonte: Jiji Press

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments