Jhonny “lenhador” Carlos e a ‘maratona’ de um lutador

A maratona é a prova mais longa e exaustiva do atletismo olímpico e também a única modalidade esportiva que se originou de uma lenda.
Curiosamente, alguns jornalistas esportivos citam a modalidade como referência à outras provas tão difíceis e extenuantes quanto aquela criada em Atenas.
Agora imagine a possibilidade de viajar para outro continente e participar de três competições de uma outra modalidade que já foi classificada por alguns outros como o “triathlon” das artes marciais.

Some a isto o período de treinamento anterior à primeira luta, algumas viagens de avião, os fusos horários enfrentados, a dieta para bater o peso, o treinamento entre cada evento e a oportunidade de lutar com adversários altamente gabaritados em um período de tempo correspondente à um mês de trabalho da maioria da população mundial e você terá uma espécie de ‘maratona’ das lutas.

Tudo isso poderá nos trazer à memória o feito do soldado ateniense Fidípides, ressalvando-se as devidas proporções, o momento histórico e as características de cada desporto.
É lógico que para os atletas que buscam se destacar da maioria, as oportunidades devem ser aproveitadas, pois só assim eles poderão se consagrar como lendas do esporte, posteriormente.

Esta será a ‘supermaratona’ que o lutador cearense Jhonny Carlos Guimarães ( 8-4-0 ) conhecido no mundo das lutas como “lenhador” irá disputar entre os meses de agosto e setembro. O atleta faz parte do ‘team’ Master Kombat, equipe de MMA liderada pelo mestre Gean do Vale.

Aos 31 anos de idade Jhonny Carlos é uma grande promessa para o futuro das artes marciais mistas e irá participar de três lutas da modalidade em solo europeu em um único mês, um feito que não víamos desde a época em que lutadores como Travis Fulton, Dan Severn e Shannon Ritch estavam em seu auge.
Mas o lutador quer mostrar a força de Limoeiro do Norte ( cidade do interior do estado do Ceará localizada a 209 km quilômetros da capital Fortaleza ) e que também é um forte candidato à tornar-se o próximo “Homem de ferro” do MMA.

A ‘tour’ do lutador nordestino terá início no dia 30 de agosto quando ele lutará com o russo Rinat Fakhretdinov, o “gladiator” ( 16-1 ), no GFC – Gorilla Fighting Championship 16, evento que será promovido em Astrakhan, na Rússia, por ninguém mais, ninguém menos, que Khabib Nurmagomedov, atual campeão dos leves do UFC.

Na sequência, Jhonny Carlos parte para a Sérvia ( antiga Iugoslávia ), onde lutará com o sérvio Nemanja Uverić ( 6-4-0 ) no SBC – Serbian Battle Championship 23: Revenge!, evento que terá lugar em Subotica, no dia 07 de setembro.
Aliás, o “lenhador” já alcançou o ‘status’ de ídolo na Sérvia, pois duas de suas quatro lutas internacionais foram disputadas por lá.

Na ocasião, outro representante do ‘team’ Master Kombat, o pernambucano Jonatas “monstro” Cavalcanti da Silva ( 10-3-1 ) medirá forças com o lutador local Aleksandar Milićević ( 1-0-0 ), que vem direto de vitória em um evento regional.

E como prova que tem mesmo o ‘fôlego’ de um triatleta, Jhonny deverá finalizar a sua “tour” pelo continente europeu no dia 27 de setembro, quando irá adentrar ao ‘cage’ do SLAM Arena, evento da Espanha que irá promover o seu próximo ‘card’ no Gran Canaria Arena, em Las Palmas de Gran Canaria.
O adversário da vez será o espanhol Juam Manuel “Juanma” Suárez ( 22-9-0 ).

Jhonny firma assim a sua reputação lá fora como um dos lutadores mais duros da atualidade e que não escolhe adversários e mesmo antes do início da sua ‘maratona’ de lutas, já chama a atenção dos empreendedores de MMA em todo o mundo.
Inclusive, comenta-se nos bastidores que já existe a possibilidade do cearense ser contratado por alguma grande promoção de MMA dos EUA em um futuro próximo.

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 23/08/2019

In this article

Join the Conversation

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.