Por: Fotógrafo – Mario Hirano.

No feriado japonês – Oboom Yasumi. A Japan Tour – com coordenador e guia Luis Matos, realizaram uma excursão para a famosa Ilha Tsunoshima, e não pense que acabou por ai, ainda teremos muitas outras excursões nesse incrível feriado e só nos acompanha para fica por dentro de tudo.

A Ilha de Tsunoshima fica na região de Yamaguchi – Ken.

“Uma vez separada de Honshu , Tsunoshima agora é acessível através da Ponte Tsunoshima de 1.780 metros (5.840 pés) , que foi concluída no ano de 2000. Na época, era a maior ponte de pedágio do país, embora a conclusão de a ponte de Kouri, na prefeitura de Okinawa, empurrou-a para o segundo lugar. No noroeste da ilha é o Farol Tsunoshima , que passou a ser o símbolo de Tsunoshima. Antes da guerra, Tsunoshima continha um local militar do antigo Exército Imperial Japonês . Até hoje, uma parte disso ainda permanece.

A espécie de baleia Balaenoptera omurai ( baleia de Omura ) foi identificada pela primeira vez aqui.”

História:

“Tsunoshima aparece pela primeira vez no registro escrito no período Nara (710 – 794). O nome da ilha aparece em um pedaço de madeira mokkan escavado no local do Palácio Heijō em Nara . O mokkan é datado de 29 de março de 746 e foi anexado a um tributo de algas à corte imperial. Uma referência à ilha também aparece em um poema na décima sexta parte do Man’yōshū , a mais antiga coleção existente de poesia japonesa, concluída em 759. O Engishiki , um livro japonês de leis e regulamentos compilado em 927, refere-se a uma fazenda na ilha, que era então parte da província de Nagato . Com o tempo, a ilha foi desenvolvida para a agricultura, além de apoiar uma vila de pescadores. 

No período Edo (1603 – 1868) a ilha tornou-se parte do Domínio Chōfu , mas foi transferida para o Domínio Chōshū 1718. Após cinco anos, a ilha retornou ao Domínio Chōfu. A ilha era conhecida pela produção de materiais para fazer tatames , sementes de gergelim e carne bovina . 

Como uma unidade administrativa local, sob o sistema municipal de 1889, a Vila Tsunoshima era parte do distrito de Toyoura , sob a unificação de 1955 tornou-se parte da cidade de Hōhoku e em 2005 como a cidade que compõe o distrito de Toyoura ( Hōhoku , Kikugawa , Toyoura e Toyota ) se fundiram com a cidade de Shimonoseki , Tsunoshima também se tornou parte da cidade.”

Na excursão visitamos a ponte Tsunoshima o farol, Nagato Ohama, sua linda praia, santuário – Kawajiri e Hotel.

No segundo dia de excursão fomos a caverna – Akiyoshidai, Kintai – Bashi e o Castelo Iwakuni e região.

Acompanhe conosco um pouco dessa nossa aventuras nas fotos a segui e veja como este lugar e lindo.

Galeria de fotos aqui.

Fonte: Japan Tour – com informações da wikipedia.org

Anúncios

Leandro Ferreira | Connection Japan ®

Webmaster, programador, desenvolvedor e editor de artigos.

Deixe um comentário:

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.