Battlefield FC paga lutadores, mas conseguirá salvar a sua reputação?

Após as manchetes na mídia internacional especializada em MMA no final de semana, a promoção originária da Coreia do Sul Battlefield FC cumpriu a promessa e iniciou o pagamento dos lutadores.

Nossos amigos no continente asiático confirmaram que alguns dos lutadores que participaram do ‘card’ do Battlefield FC 2 em Macau, na China, no fim de semana já foram pagos – enquanto outros estão em processo de transferência de dinheiro.

Isso acontece quatro dias depois que a promoção foi colocada novamente no radar sobre questões de pagamento para seus eventos.

Mas será que o Battlefield FC poderá se recuperar de um segundo desastre de relações públicas e, mais importante, os lutadores poderão confiar neles o suficiente para aparecer em um próximo ‘card’, caso isso aconteça?

Segundo as nossas fontes, o Battlefield FC tem planos ambiciosos para o resto do ano. Os organizadores dizem que planejam promover um evento em Hong Kong no início de novembro, seguido por eventos no Vietnã e em Pequim.

Na sequência dos problemas de pagamento, o lutador Raja Shippen ( 18-12-1 ), que lutou em ambos os eventos do Battlefield FC está otimista com relação aos próximos ‘cards’. O veterano do Gladiator Challenge, Long Beach Fight Night, XFS, PXC e Shooto ( entre outras promoções ), está entre os atletas que receberam seu dinheiro.

-“Todo mundo está recebendo o que lhes foi oferecido. Quando você está recebendo dinheiro por aí, as pessoas querem lutar. Nós lutamos para ganhar a vida e quando você está recebendo dinheiro decente isso ajuda. Enquanto Tommy Yang estiver lá, eu vou lutar.”-disse ele.

Ainda segundo Raja Shippen, o fato do dinheiro ter vindo esta semana deveu-se à Tommy Yang, o ‘matchmaker’ ( casamenteiro de lutas ) do Battlefield FC.

-“As pessoas têm que saber que a única razão pela qual fomos pagos essa semana foi por causa de Tommy Yang. Tommy deixou Macau imediatamente, voou para a Coreia do Sul e foi até Yong Woo Lee – o CEO do Battlefield – e disse que todos nós precisávamos ser pagos. Por tudo isso, eu acho que as pessoas precisam dar algum crédito ao Tommy. Ele não era o cara dizendo à todos para estarem em seus quartos às 2 da manhã e receberem o seu dinheiro.”-complementou Shippen.

Por outro lado, o norte-americano Shannon Ritch ( 57-88-0-4 ) nos disse que ainda não há sinal do dinheiro.

-“Alguns lutadores já foram pagos e outros não. Até hoje, quarta-feira, 31 de julho ( 08:00 hs ) eu ainda não recebi nada.”-nos informou Ritch.

Estamos na torcida para que o seu dinheiro esteja mesmo em processo de transferência e Ritch receba o seu pagamento.

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 31/07/2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.