Ruído falso será adicionado aos novos carros elétricos a partir de hoje na UE

Todos os novos modelos de carros elétricos vendidos na União Européia devem agora produzir ruído artificial sob certas condições, informa a BBC News.

Sistemas acústicos de alerta de veículos (AVAS) precisarão ser instalados em novos modelos de carros híbridos e elétricos apresentados a partir de hoje, e todos os modelos existentes até julho de 2021. Com um AVAS instalado, os veículos precisarão produzir som enquanto viajam sob 12 mph, ou enquanto invertendo.

Devido à ausência de um motor de combustão interna, os veículos elétricos podem ser muito mais silenciosos do que suas contrapartes movidas a gás.

No entanto, esta falta de ruído pode significar que representam um perigo para os outros motoristas da estrada, especialmente pessoas cegas ou parcialmente cegas. Em uma apresentação escrita ao parlamento britânico a partir de novembro de 2017, a instituição de caridade Guide Dogs apontou para uma pesquisa que diz que os veículos elétricos e híbridos têm 40% mais chances de estar envolvidos em um acidente que causa ferimentos a um pedestre.

Diferentes fabricantes poderão decidir exatamente como será seu AVAS, mas a legislação da UE diz que o som deve ser similar (e não mais alto que) a um motor de combustão tradicional.

Também deve dar aos pedestres uma ideia do que o veículo está fazendo, por exemplo, sincronizando com a velocidade de um veículo. A Jaguar já revelou como seu I-Pace soará, e a Nissan anunciou um veículo conceitual em 2017 que “canta” enquanto dirige.

A UE não é o único regulador que está introduzindo regras de ruído falso em torno de veículos elétricos. Nos EUA, a Administração Nacional de Segurança no Trânsito nas Estradas exigirá que todos os veículos híbridos e elétricos emitam ruído artificial até setembro de 2020.

Fonte: The Verge

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.