Irã apreendeu quase mil computadores usados para minerar ilegalmente Bitcoin

Depois de detectar um aumento incomum no consumo de energia, as autoridades iranianas apreenderam quase mil computadores usados para minerar criptomoedas, segundo a mídia estatal do país.

As autoridades descobriram duas fazendas de bitcoin operando em fábricas abandonadas na província de Yazd, o que causou um aumento de sete por cento no consumo de energia do país neste mês.

  O banco central do Irã baniu as criptomoedas no ano passado, citando preocupações com a lavagem de dinheiro. De acordo com a RadioFreeEurope, as autoridades disseram que a prática está tornando a rede elétrica local “instável”, e advertiu que as pessoas envolvidas na prática poderiam ser cortadas.

Criptomoeda é “extraída”, pois computadores de alta potência resolvem problemas matemáticos complexos, uma tarefa que requer poder considerável.

O Irã subsidia seu poder, mantendo os preços baixos, o que parece ser um dos motivos pelos quais as mineradoras operam no país. O acesso à criptomoeda também parece estar ajudando os moradores a escapar das sanções bancárias impostas pelos EUA.

Fonte: The Verge

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.