Erdogan diz que Turquia vai evitar sanções dos EUA

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, disse no sábado que estava confiante de que não haveria sanções dos EUA contra a Turquia por causa de um controverso acordo com mísseis russos, após garantias do líder Donald Trump na cúpula do G20.

O esforço de Ankara para comprar o sistema de defesa antimísseis S-400 de Moscou estreitou os laços entre os aliados da Otan, com a ameaça de sanções de Washington pairando sobre a Turquia.

“Ouvimos dele que não haverá nada parecido com isso (sanções)”, disse Erdogan em uma entrevista coletiva, depois de se encontrar com o presidente dos EUA à margem da cúpula em Osaka.

Enquanto Erdogan insistia que a Turquia e os Estados Unidos eram “parceiros estratégicos”, ele disse que “ninguém tem o poder de intervir na soberania da Turquia”.

Seu escritório disse que Trump queria resolver a questão da S-400 “sem prejudicar os laços bilaterais”. Antes das negociações, Trump disse que a Turquia “tem sido uma amiga nossa … Somos um grande parceiro comercial”. Nós vamos ser muito maiores.

Apesar da forte pressão de Washington para cancelar a compra, Erdogan disse repetidamente que era um “acordo fechado” e reafirmou no sábado que a entrega do sistema começaria na primeira quinzena de julho.

Especialistas dizem que as sanções afetariam duramente a frágil economia de Ancara. As tarifas impostas por Trump no verão passado sobre a prisão de um pastor americano ajudaram a desencadear uma crise cambial.

Washington avisou que, se o sistema S-400 for entregue à Turquia, o país enfrenta penalidades no âmbito da Lei Contra Adversários da América Através de Sanções (CAATSA), que proíbe negócios com setores de defesa e inteligência estaduais e privados da Rússia.

Autoridades turcas disseram anteriormente que estão se preparando para as sanções dos EUA.

Em uma linha de argumentação que parece ter jogado bem com Trump, Erdogan disse a ele que o motivo para comprar o S-400 era que seu antecessor, Barack Obama, não conseguiu fechar um acordo para vender o sistema americano Patriot à Turquia, bloqueado pelo Congresso na época.

O Patriot é um sistema de armas antimíssil e antiaéreo, similar ao S-400. Os Estados Unidos finalmente aprovaram a venda do sistema Patriot para a Turquia em dezembro.

Fonte: AFP

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments