Japão desenvolverá o primeiro vírus contra ataques cibernéticos

O Japão desenvolverá seu primeiro vírus de computador até março próximo, como uma medida de defesa contra ataques cibernéticos, disseram fontes familiarizadas com o assunto.

O Ministério da Defesa está considerando o malware que pode invadir o sistema de computador de um oponente, esperando que tal vírus funcione como dissuasão contra ataques cibernéticos, disseram as fontes.

O governo disse que está procurando melhorar suas capacidades de defesa além dos domínios terrestre, marítimo e aéreo para enfrentar desafios de segurança em novos domínios, como o ciberespaço e o espaço sideral, em meio a avanços tecnológicos nos últimos anos.

O Japão fica atrás de outros países ao lidar com a ameaça de ataques cibernéticos. Ela planeja aumentar o número de funcionários em sua unidade no espaço cibernético para 220, em comparação com 6.200 nos Estados Unidos, 7.000 na Coréia do Norte e 130.000 na China, de acordo com o ministério.

O ministério tem considerado medidas específicas contra ataques cibernéticos desde que se comprometeu a reforçar sua defesa do ciberespaço sob as mais recentes diretrizes de defesa nacional lançadas em dezembro passado.

Alguns especialistas em defesa dizem que pode ultrapassar os limites da política exclusivamente orientada para a defesa do país, se o ministério possuir a capacidade de obstruir o uso do ciberespaço por um inimigo.

O vírus a ser desenvolvido por empresas privadas será usado apenas para fins de defesa, não para ataque preventivo, disse uma fonte do ministério. O governo permite ataques cibernéticos apenas contra um país ou uma organização equivalente a um país.

Fonte: Kyodo

In this article

Join the Conversation

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.