Trump veta resolução que acabaria com o envolvimento dos EUA na guerra do Iêmen

O presidente Donald Trump vetou uma resolução do Congresso que tentou acabar com o envolvimento dos EUA na guerra liderada pelos sauditas no Iêmen, informou a Casa Branca nesta terça-feira.

“Esta resolução é uma tentativa desnecessária e perigosa de enfraquecer minhas autoridades constitucionais, colocando em risco a vida dos cidadãos americanos e bravos membros do serviço, tanto hoje quanto no futuro”, disse Trump na mensagem de veto.

A resolução aprovou a Câmara dos Deputados em abril e o Senado em março, marcando a primeira vez que ambas as câmaras do Congresso apoiaram uma resolução dos Poderes de Guerra, o que limita a capacidade do presidente de enviar tropas para a ação.

Nem o total de 247-175 na Casa de maioria democrata nem o voto de 54-46 no Senado liderado pelos republicanos seriam suficientes para anular o veto, o que exigiria dois terços das maiorias em ambas as câmaras.

Defensores da medida disseram que a campanha de bombardeios liderada pela Arábia Saudita no Iêmen piorou a crise humanitária, criticando duramente Riad por matar civis.

Eles também argumentaram que o envolvimento dos EUA no Iêmen violava a exigência constitucional que o Congresso, e não o presidente, deveria determinar quando o país entra em guerra.

A guerra civil de quatro anos no Iêmen, que coloca a coalizão liderada pelos sauditas contra os rebeldes apoiados pelo Irã, matou dezenas de milhares de pessoas e gerou o que a ONU chama de crise humanitária mais terrível do mundo, com o país em à beira da fome.

Fonte: Reuters

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.