Bebê T rex vai à venda no eBay, provocando protestos dos paleontólogos

Você normalmente não associaria o mundo da preservação da história natural com a internet – ou pelo menos não até o mês passado, quando o fóssil de um filhote de Tyrannosaurus rex, potencialmente o único existente, fi colocado a venda no eBay pelo preço de US$ 2,95 milhões.

A lista diz: “O mais provável e o único bebê T-Rex no mundo! Tem um corpo longo de 1,50m e um CRÂNIO de 53cm com dentes serrilhados! Este Rex era um comedor de carne muito perigoso. É uma oportunidade RARA de ver um bebê REX … ”.

O esqueleto, estimado em 68 milhões de anos, foi descoberto em 2013, em terras privadas em Montana. Tornou-se propriedade do homem que descobriu, Alan Detrich, um caçador de fósseis profissional. Em 2017, Detrich emprestou o fóssil ao Museu de História Natural da Universidade do Kansas, onde ainda estava em exibição quando Detrich tomou a decisão surpresa de colocá-lo em leilão.

A análise do esqueleto pode ajudar a resolver um grande debate na paleontologia sobre se os pequenos tiranossauros da América do Norte são crianças ou se devem ter a classificação separada de nanotyrannus. Essa pesquisa pode agora ser impossível, pois o fóssil provavelmente acabará em uma coleção particular.

A Sociedade de Paleontologia de Vertebrados (SVP) criticou tanto Detrich, que estará tomando um importante espécime fora do alcance do estudo científico, quanto a universidade, por ajudar a inflar o preço do fóssil, atuando como uma vitrine para compradores profissionais.

Em uma carta aberta publicada na semana passada, os membros do SVP disseram que era lamentável que o fóssil fosse exibido antes que pudesse ser estudado. “Essa ação, que levou o fóssil à atenção de centenas ou milhares de visitantes, potencializou seu valor comercial”, escreveram eles. “Os museus raramente têm o orçamento para a compra de espécimes coletados cada vez mais caros”.

A Universidade do Kansas disse posteriormente que eles não estavam cientes dos planos de Detrich de colocar o esqueleto em leilão. Em uma declaração, o diretor do museu, Leonard Krishtalka, disse que a exposição foi removida e devolvida a Detrich, e eles pediram que qualquer associação com o museu seja removida da lista.

Até agora, ninguém manifestou interesse em pagar o preço pedido, embora haja a opção de fazer uma oferta, e o item tem mais de 100 pessoas “assistindo”. Todos os museus que esperarem poder desembolsar um estudo rápido e depois enviá-lo de volta ficarão desapontados – Detrich especificou uma política de não retorno.

Fonte: The Guardian

Leandro | レアンドロ・フェレイラ

Webmaster, programador, desenvolvedor e editor de artigos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *