Soldado americano mata japonesa em Okinawa

Um soldado militar dos EUA matou sua namorada japonesa e depois ele mesmo em um apartamento em Chatan, Okinawa, na manhã de sábado, disse a polícia.

Segundo a polícia, o soldado de 31 anos, que é considerado membro da 3ª Divisão de Fuzileiros Navais dos EUA e a mulher de 44 anos, foram encontrados em um apartamento no 6º andar na área de Kuwae, a cerca de 7:30 da manhã, relatou Sankei Shimbun. Ambos tinham facadas. Eles foram confirmados mortos no local.

O filho da mulher, que também estava no apartamento, não ficou ferido, segundo a polícia. A criança ligou para um parente que contatou a polícia.

A polícia disse que uma faca manchada de sangue foi encontrada no apartamento perto do homem e acredita que ele matou a mulher, e depois se esfaqueou.

Em comunicado à imprensa, as Forças norte-americanas do Japão disseram que o Serviço de Investigações Criminais Navais está trabalhando com a polícia local para investigar as mortes. O comunicado dizia: “Esta é uma tragédia absoluta e estamos totalmente comprometidos em apoiar a investigação”.

Enquanto isso, a Kyodo News informou que o vice-ministro das Relações Exteriores do Japão, Takeo Akiba, chamou o embaixador norte-americano William Hagerty, pedindo cooperação com a investigação.

Fonte: Japan Today

Leandro | レアンドロ・フェレイラ

Webmaster, programador, desenvolvedor e editor de artigos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *