Governo incentivará funcionários experientes a deixar as principais cidades

Como parte de seus esforços regionais de revitalização, o governo planeja lançar um novo sistema neste outono para incentivar funcionários de nível médio em torno de 40 anos que trabalham nas principais cidades para trabalhar em áreas regionais.

O programa contará com um período experimental de seis meses em que os participantes estudam em universidades regionais enquanto trabalham em empresas da área.

Este período visa aliviar qualquer ansiedade que as pessoas possam ter em relação a empregos em áreas regionais.

O novo sistema será executado principalmente através do Japan Human Resources, uma empresa de referência de emprego afiliada ao governo.

Mais profissionais para o interior

Em meio a preocupações com uma superconcentração de recursos humanos nas grandes cidades, as empresas regionais têm uma grande necessidade de funcionários experientes de nível médio, com habilidades imediatamente aplicáveis ​​e potencial executivo. O programa destina-se a incentivar esses funcionários a mudar de emprego.

A JHR já administra um site de emprego associado ao governo para funcionários de nível médio que trabalham nas principais cidades para trabalhar em áreas regionais.

No entanto, as pessoas que estão interessadas, por vezes, não seguem adiante. O período experimental foi desenhado com essas pessoas em mente.

O programa deve ser lançado em 2019 em universidades de duas prefeituras, incluindo a Universidade Shinshu, na província de Nagano, além de várias empresas localizadas relativamente perto das universidades.

O programa ainda precisa decidir sobre uma cota de emprego definida. No futuro, o governo pretende expandir os municípios envolvidos e o número de vagas disponíveis.

Neste outono, a JHR e as empresas regionais planejam recrutar candidatos interessados ​​para entrevistas e outras triagens. Os candidatos aprovados começarão a estudar em universidades regionais e a trabalhar em empresas próximas no ano fiscal.

Durante o período de teste, eles passarão um ou dois dias por semana aprendendo sistematicamente sobre suporte de gerenciamento, vitalização local e outros tópicos.

Os três ou quatro dias restantes serão gastos como subcontratante em uma empresa local, trabalhando na solução de problemas de gerenciamento, gerando novos canais de vendas e outras tarefas.

Condições

A empresa pagará uma quantia mensal de ¥ 300.000 durante os seis meses, bem como quaisquer custos e outras taxas para as universidades. O funcionário não precisa sair do emprego original, mas pode tirar uma licença.

Quando o participante decidir se deseja realmente trabalhar na área, ele mudará oficialmente de emprego. O governo também considerará pedir a funcionários qualificados que ensinem assuntos como práticas corporativas em universidades regionais.

Em 2018, a JHR e a Shinshu University realizaram um teste de viabilidade do programa. Nove pessoas trabalharam em uma base experimental em oito empresas na província de Nagano, enquanto estudavam na Universidade de Shinshu.

Desse número, oito continuaram trabalhando como subcontratados ou desde então se tornaram funcionários regulares.

Fonte: Yomiuri Shimbun

Leandro | レアンドロ・フェレイラ

Webmaster, programador, desenvolvedor e editor de artigos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *