Startup japonesa quer lançar foguete espacial até final de abril

Uma startup japonesa aeroespacial anunciou nesta sexta-feira que lançará um foguete no espaço em 30 de abril, após o fiasco do ano passado em que seu foguete caiu no chão e explodiu em chamas segundos após o lançamento.

A Interstellar Technologies Inc., sediada em Hokkaido, no norte do Japão, fará sua terceira tentativa de lançar o primeiro foguete de desenvolvimento particular da nação a atingir o espaço, ou uma altitude de mais de 100 quilômetros.

A empresa revelou seu mais recente foguete não tripulado, o MOMO-3, que será lançado em um local de testes na cidade de Taiki.

Em junho, o predecessor MOMO-2 perdeu o empuxo imediatamente após a decolagem devido a um problema com seu motor principal, e o vídeo de sua explosão foi veiculado pelos meios de comunicação de todo o mundo.

O MOMO-3, cujo desenho é quase igual ao do MOMO-2, tem cerca de 10 metros de comprimento, 50 centímetros de diâmetro e 1 tonelada de peso. Mas tem um ejetor de gás melhorado, disse a empresa.

O foguete será carregado com equipamentos desenvolvidos pela Universidade de Tecnologia de Kochi para estudar como as ondas sonoras se propagam no espaço sideral.

“Fizemos tudo que podíamos”, disse Takafumi Horie, fundador da empresa e ex-presidente da Livedoor Co., em entrevista coletiva.

Takahiro Inagawa, presidente da Interstellar Technologies, disse que eles fizeram experimentos adicionais para se preparar para o próximo lançamento. “Tivemos uma experiência tão lamentável da última vez, então tomamos algumas contramedidas como receber conselhos de especialistas.”

A start-up primeiro tentou enviar o foguete MOMO-1 para o espaço em 2017, mas teve que abortar o lançamento, já que o contato foi perdido cerca de 70 segundos após a decolagem.

A Interstellar Technologies também está desenvolvendo um foguete maior, de dois estágios em órbita, chamado “ZERO”, que a empresa pretende lançar em 2023 como meio de transporte para satélites ultrapequenos.

Fonte: Kyodo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.