Tesla volta a vender carros na China

A autoridade alfandegária da China retirou sua suspensão sobre as importações do modelo 3 da Tesla, disse uma autoridade do departamento de notícias da china.

“Podemos confirmar que o aviso de advertência sobre Tesla foi cancelado”, disse o funcionário, que só deu seu sobrenome como Tao.

Tesla se recusou a comentar. Duas fontes familiarizadas com o assunto disseram à Reuters na quinta-feira que a suspensão foi retirada depois que Tesla fez as devidas correções.

A Administração Geral de Alfândega da China parou de realizar as importações do Tesla Model 3 na semana passada, dizendo que eles não tinham os sinais de alerta exigidos no idioma chinês e tinham rótulos de identificação ausentes ou incorretos.

Tesla disse na época que a empresa havia chegado a uma solução com as autoridades.

Suas ações caíram mais de 5 por cento no dia em que as importações foram suspensas pela primeira vez e subiram 3 por cento mais tarde, depois que disseram que o problema havia sido resolvido.

A companhia sediada na Califórnia só começou a entregar carros Modelo 3 para a China no final de fevereiro, um mercado chave onde vem tentando reviver suas vendas, que foram duramente atingidas pelas tensões comerciais entre a China e os EUA.

A Tesla atualmente importa todos os carros que vende na China, mas está em processo de construção de uma fábrica em Xangai que fabricará carros Modelo 3 na fase inicial e ajudará a minimizar o impacto da guerra comercial e das tarifas.

A empresa inaugurou a fábrica de Xangai em janeiro e seu CEO, Elon Musk, disse que a empresa pretende concluir a construção inicial neste verão e iniciar a produção do modelo 3 no final do ano.

Fonte: Reuters

Anúncios

Leandro | レアンドロ・フェレイラ

Webmaster, programador, desenvolvedor e editor de artigos.

Deixe uma resposta