Ciclone atinge área central dos EUA

O “ciclone bomba” provocou ventos com força de furacão e condições de nevasca em partes da central dos EUA.

Cerca de 1.100 motoristas ficaram isolados no estado do Colorado, EUA, enquanto uma feroz tempestade de inverno – um “ciclone bomba” – provocou ventos com força de furacão e condições de nevasca em partes da central dos EUA.

O clima está tão severo no estado que policiais tiveram que abandonar seus veículos e se abrigarem ao invés de responder ao grande volume de acidentes no tráfego, disseram.

Na quarta-feira (13), 100 veículos se envolveram em um acidente na interestadual 25 perto de Wellington, no Colorado, de acordo com a Proteção de Incêndios da cidade. Não houve mortos, mas pessoas sofreram ferimentos que variaram de grau leve a grave.

A tempestade se transformou em um “ciclone bomba” (bombogênese) na quarta-feira e passou por Colorado em seu caminho para as Grandes Planícies e partes da Região Centro-Oeste.

Bombogênese, um termo popular usado por meteorologistas, ocorre quando um ciclone de meia latitude se intensifica rapidamente, caindo para pelo menos 24 milibares ao longo de 24 horas.

Um milibar mede a pressão atmosférica. Isso pode ocorrer quando uma massa de ar frio colide com uma massa de ar quente, como ar sobre as águas oceânicas quentes. A formação desse sistema climático que se intensifica rapidamente é um processo chamado de bombogênese, o qual cria o que é conhecido como ciclone bomba.

A tempestade deixou milhares no escuro

No estado do Colorado pelo menos 184 mil clientes da Xcel Energy foram afetados pelos apagões relacionados ao clima, disse a porta-voz da empresa Michelle Aguayo. Cerca de 5 mil pessoas que usam serviços de outras empresas de energia elétrica também ficaram no escuro, disseram autoridades.

No Texas mais de 69 mil pessoas estavam sem luz, de acordo com Jen Meyers, porta-voz da fornecedora Oncor. Myers disse que rajadas de vento atingiram o estado com força incomum.

Alertas de nevasca e tempestade de inverno estavam em vigor para partes de Colorado, Wyoming, Nebraska e Dakota do Sul.

As viagens estarão perigosas, se não impossíveis, por vezes, pelas áreas onde o alerta de nevasca foi emitido. Tempestades severas capazes de produzir ventos destruidores, granizo e tornados estão previstas desde as planícies ao sul ao vale do Rio Mississippi.

Mais de 55 milhões de pessoas estão sob ameaças de forte ventania, mais de 10 milhões sob ameaças de tempestade de inverno e mais de 17 milhões sob ameaça de inundação.

Mais de dois mil voos haviam sido cancelados até a noite de quarta-feira, de acordo com o Flight Aware.

A maioria desses cancelamentos foi de voos com destino ou partida do Aeroporto Internacional de Denver, onde um alerta de nevasca está em vigor.

Várias escolas em Denver estão fechadas, as quais citaram “clima e condições de estradas severos”.

Fonte: CNN

Anúncios

Leandro | レアンドロ・フェレイラ

Webmaster, analista, desenvolvedor e editor de artigos.

Leandro | レアンドロ・フェレイラ has 2444 posts and counting. See all posts by Leandro | レアンドロ・フェレイラ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *