Mulher japonesa homenageada pela Guinness como pessoa mais velha em 116

Uma japonesa de 116 anos que adora jogar o jogo de tabuleiro Othello foi homenageada no sábado como a mais velha pessoa viva do mundo pelo Guinness World Records.

A autoridade global em registros oficialmente reconheceu Kane Tanaka em uma cerimônia na casa de repouso onde ela mora em Fukuoka. Sua família e o prefeito estavam presentes para comemorar.

Tanaka nasceu em 2 de janeiro de 1903, a sétima entre oito crianças. Ela se casou com Hideo Tanaka em 1922, e tiveram quatro filhos e adotaram outro filho.

Ela geralmente acorda às 6 da manhã e gosta de estudar matemática.

A pessoa viva mais velha anterior era outra mulher japonesa, Chiyo Miyako, que morreu em julho aos 117 anos. A pessoa mais velha anterior a Miyako também era japonesa.

Os japoneses tendem a exibir longevidade e dominam a lista de pessoas mais velhas. Embora a mudança nos hábitos alimentares signifique aumento da obesidade, ainda é relativamente raro em uma nação cuja tradição culinária se concentra em peixes, arroz, vegetais e outros alimentos com baixo teor de gordura.

A idade também é tradicionalmente respeitada aqui, o que significa que as pessoas permanecem ativas e se sentem úteis em seus 80 anos ou mais.

Mas Tanaka tem um caminho a percorrer antes de ser a pessoa mais velha de todos os tempos, uma conquista de uma mulher francesa, Jeanne Louise Calment, que viveu até 122 anos, de acordo com o Guinness World Records.

Guinness disse que o homem mais velho do mundo ainda está sob investigação depois que o homem que teve a honra, Masazo Nonaka, que vive em Hokkaido, morreu em janeiro, aos 113 anos.

Fonte: The Associated Press

Anúncios

Leandro | レアンドロ・フェレイラ

Webmaster, programador, desenvolvedor e editor de artigos.

Deixe uma resposta