Intrusões em dispositivos conectados à Web quase dobraram em 2018

Dispositivos de IoT e redes de criptomoedas no Japão estão sendo invadidos em um ritmo alarmante, de acordo com a Agência Nacional de Polícia em 7 de março.

O número de casos de suspeita de acesso ilegal de dispositivos conectados à Web quase dobrou em 2018, com quase todos originários do exterior, segundo os dados da NPA.

Depois que o acesso é estabelecido, ele permite que eles acessem dispositivos com um programa de software mal-intencionado.

O NPA insta os usuários de dispositivos conectados na rede a configurar IDs e senhas que são difíceis de descobrir por hackers e usar autenticação multifator.

O NPA monitora intrusões no ciberespaço usando um sistema de rede de detecção o tempo todo e analisa o número de intrusões detectadas por sensor / endereço IP por dia.

Uma média de 2.752,8 intrusões por sensor por dia foi detectada no ano passado, um aumento de 45% em relação ao ano anterior.

Redes de criptomoeda e dispositivos IoT que tornam a vida mais conveniente conectando eletrônicos em casa e no escritório via Internet estão sendo mais frequentemente invadidos, com média de 1.702,8 intrusões por sensor por dia reportadas no ano passado, aproximadamente o dobro dos 875,9 registrados no ano anterior.

Por outro lado, o número de intrusões de redes usadas para enviar e receber mensagens de e-mail e sites de navegação permaneceu no mesmo patamar desde 2016.

A maioria dos endereços de origem estava localizada no exterior, com apenas 1,6% no Japão.

As fontes no exterior estavam localizadas na Rússia, com 20,8%, seguidas pela China (14,1%), Estados Unidos (12,6%), Holanda (6%) e Ucrânia (5,1%).

A polícia detectou um número recorde de 9.040 casos de cibercrime, incluindo violação da lei que proíbe acesso não autorizado a computadores, em 2018.

Crimes envolvendo transferências ilegais de dinheiro via acesso não autorizado a redes de criptomoedas foram detectados 169 vezes, 20 a mais do que no ano anterior.

O total de prejuízos financeiros de tais crimes cibernéticos no Japão foi de cerca de 67,7 bilhões de ienes (US $ 606,5 milhões), mais de 100 vezes o 662 milhões de ienes do ano anterior.

Fonte: Asahi

Anúncios

Leandro | レアンドロ・フェレイラ

Webmaster, programador, desenvolvedor e editor de artigos.

Deixe uma resposta