Dono de empreiteira é preso por renovar vistos falsos

A Polícia Metropolitana de Tóquio prendeu na semana passada o dono de uma empreiteira e outros funcionários por renovar visto de trabalhadores estrangeiros de forma ilícita, apresentando falsas declarações de trabalho, informaram as emissoras TBS e Asahi TV.

Isao Hayasaka, 57 anos, residente em Kawasaki (Kanagawa), renovou o visto de pelo menos 100 estrangeiros, incluindo nepaleses e filipinos, declarando na Imigração que eles atuariam como intérpretes e tradutores para obter visto de trabalho qualificado.

Mas, na verdade, os estrangeiros foram enviados para trabalhar em instituições que cuidam de idosos e empresas de construção, que são áreas de trabalho não cobertas pelo visto adquirido.

A polícia informou que a empreiteira, registrada com o nome de Japan Hospitality, pode ter faturado cerca de ¥100 milhões entre 2015 e 2017 recolhendo 30% dos salários dos estrangeiros.

Em seu site, a empreiteira prometia fazer renovação de visto de forma fácil, atraindo estrangeiros ilegais ou que estavam com o tempo de permanência quase vencendo.

Fonte: JNN| Alternativa

Anúncios

Leandro | レアンドロ・フェレイラ

Webmaster, programador, desenvolvedor e editor de artigos.

Deixe uma resposta