eRacer brasileiro ganha a primeira coroa do Gran Turismo

Um piloto de e-sports brasileiro de 20 anos foi coroado o primeiro campeão do Gran Turismo (GT) em Mônaco no outono passado, descrevendo o segredo de seu sucesso como “uma sinergia entre realidade e realidade virtual”.

Os principais jogadores da série de jogos de sucesso, que já vendeu mais de 80 milhões de cópias em todo o mundo, competiram nas finais mundiais da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) certificada pela Taça das Nações em meados de Novembro.

Em todo o mundo, acredita-se que existam mais de 100 milhões de jogadores de esportes eletrônicos, nos quais as pessoas competem e assistem a outros jogos online.

Nascido em Kanazawa, capital da prefeitura de Ishikawa, Igor Fraga foi criado em uma família com um pai brasileiro que dirigia uma empresa de maquinários. Sua mãe é uma nipo-brasileira de segunda geração.

Em sua infância, Fraga, que é fluente em japonês, assistiu a vídeos do tricampeão mundial de Fórmula 1, Ayrton Senna, um lendário piloto de corridas brasileiro, que morreu em 1994 aos 34 anos em um acidente de carro.

Nos fins de semana, um jovem Fraga participou de corridas para juniores no Lago Biwako, na província de Shiga.

Após o colapso do banco de investimento americano Lehman Brothers, em 2008, sua família retornou ao Brasil, onde se tornou piloto de corridas.

No ano passado, ele chegou ao pódio três vezes em um grupo da série norte-americana IndyCar.

Fraga conheçeu o GT na sua infância quando ele ganhou o jogo de simulação de corrida como um presente de aniversário.

Sua paixão pelas corridas de GT começou aos 15 anos quando soube que havia pilotos melhores do que ele em um teste de qualificação para um programa destinado a treinar jogadores de GT para serem verdadeiros pilotos de carros.

Enquanto competia em corridas reais na América do Norte, Fraga também se envolveu no Gran Turismo.

Ao contrário dos carros reais de corrida, o GT tem um botão de reset e nenhum risco de morte, mas “requer concentração intensa para identificar a menor mudança na tela”, de acordo com Fraga. “Quando termino uma corrida GT, sinto fumaça saindo do meu cérebro.”

O tempo de troca de pneus e reabastecimento também deve ser decidido por motoristas de corrida.

Durante uma cerimônia de premiação no final do ano passado, organizada pela FIA, que tem como objetivo desenvolver o novo mercado de eSports, Fraga estava ao lado do campeão de Fórmula 1 Lewis Hamilton.

Igor almeja ganhar diversos troféis em corridas virtuais e reais. Fraga disse que “deu um passo a mais para perto de seus sonhos”.

Fonte: Asahi

Anúncios

Leandro | レアンドロ・フェレイラ

Webmaster, programador, desenvolvedor e editor de artigos.

Deixe uma resposta