Pior surto de sarampo em 10 anos atinge o Japão com 167 pacientes

Autoridades em todo o país estão se esforçando para conter a disseminação do sarampo, já que especialistas em saúde estão relatando o maior número de casos em uma década para esta época do ano.

A partir de 10 de fevereiro, o número de casos de sarampo no Japão totalizou 167, com pacientes registrados em 20 das 47 prefeituras do país, informou o Instituto Nacional de Doenças Infecciosas (NIID) em 19 de fevereiro.

Mie registrou o maior número de pacientes, 49, seguido por Osaka com 47 e Aichi com 17. Tóquio foi o quarto com 11 casos.

Especialistas em saúde estão chamando o público para se vacinar contra o sarampo, um vírus transmitido pelo ar que se espalha mesmo através de espirros e tosse.

Em um passo raro para ajudar a conter a disseminação da doença, algumas autoridades locais alertaram o público sobre as rotas de transporte tomadas pelos pacientes.

Muitos dos casos envolveram pessoas que retornavam do exterior tendo contraído a doença no exterior.

O número de casos de sarampo está aumentando globalmente, e espera-se que o crescente número de pessoas visite o Japão do exterior para os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de Tóquio em 2020.

Os altos números na província de Mie foram desencadeados por um surto em uma oficina de treinamento de um grupo religioso local, levando a infecções generalizadas entre os participantes, suas famílias, hospitais e escolas desde 7 de janeiro.

Em Osaka, funcionários e clientes foram infectados com sarampo no Abeno Harukas, um complexo comercial de arranha-céus, elevando o número de casos confirmados no local para 21 a partir de 19 de fevereiro.

Casos de sarampo também estão se espalhando na área metropolitana de Tóquio.

Na Prefeitura de Kanagawa, sete pessoas relataram o início do sarampo a partir de 14 de fevereiro, excedendo o número total de pacientes na prefeitura em 2018.

Os pacientes incluem um indivíduo que viajou para a região de Kansai e contraiu sarampo.

Na prefeitura de Ibaraki, três meninos que entraram no Japão das Filipinas e em outros lugares apresentaram sintomas de sarampo a partir de 17 de fevereiro. Dois dos meninos visitaram supermercados e restaurantes depois de serem infectados.

Em 14 de fevereiro, o governo da prefeitura de Osaka pediu que o público fique atento para evitar ser infectado pelo sarampo, divulgando os trens que transportavam uma mulher de 40 anos infectada com a doença.

Ela viajou entre as estações de Tóquio e Shin-Osaka na Linha Tokaido Shinkansen nos dias 8 e 10 de fevereiro.

Em 15 de fevereiro, o governo da cidade de Chiba anunciou que um homem de 20 anos retornando das Maldivas desenvolveu o sarampo. Oficiais também divulgaram quais linhas de trem o homem pegou e em que horas ele embarcou nelas.

Fonte: Asahi

Anúncios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *