Famílias enviam a mensagem para Kim Jong Un

Famílias de cidadãos japoneses seqüestrados na Coréia do Norte décadas atrás disseram no domingo que não se opõem à normalização das relações entre os dois países se as vítimas forem imediatamente devolvidas.

Em uma mensagem ao líder norte-coreano Kim Jong Un, as famílias pediram a ele que devolvesse todos os sequestrados ao seu país de origem imediatamente.

As famílias disseram que “não pretendem se opor à normalização das relações diplomáticas entre Japão e Coréia do Norte”, evocando segredos das vítimas que retornam.

A partir da direita, Shigeo Iizuka, Sakie Yokota e seu filho Takuya participam de uma coletiva de imprensa na Ala Minato, em Tóquio, no domingo. Foto: Yomiuri Shimbun

A mensagem dizia que as famílias apenas “ansiosamente querem viver vidas tranquilas com as vítimas”.

Esta é a primeira mensagem para um líder norte-coreano do grupo de famílias de abduzidos japoneses formados em 1997.

“Decidimos entregar uma mensagem humanitária em vez de apenas pressionar a Coréia do Norte usando principalmente sanções econômicas”, disse Sakie Yokota, 83 anos, cuja filha Megumi foi sequestrada na Coréia do Norte em 1977, aos 13 anos de idade. caminho [para as vítimas] para voltar para casa”.

Fonte: Jiji Press

Anúncios

Leandro | レアンドロ・フェレイラ

Webmaster, programador, desenvolvedor e editor de artigos.

Deixe uma resposta