Designer cria braille “visualmente legível”

Um jovem designer japonês desenvolveu um conjunto de desenhos de letras a serem impressos nos padrões em braille de pontos em relevo, em uma tentativa de ajudar aqueles que não usam o Braille para entender o idioma para os deficientes visuais.

O braille com esses desenhos de letras, incluindo alfabetos e caracteres katakana, é usado em mapas de informações e placas nos trilhos da escada do novo prédio de escritórios da Ala Shibuya de Tóquio, inaugurada em janeiro.

“Espero fazer uma ponte entre os mundos das pessoas com deficiência visual e outras pessoas usando a mesma ferramenta”, disse Kosuke Takahashi, um designer de 25 anos de Tóquio.

Buscando uma maneira mais fácil de ler braille visualmente, Takahashi vem desenvolvendo novos designs há cerca de um ano e meio, ao mesmo tempo em que aconselha pessoas com deficiência visual.

Os projetos de cartas foram divulgados no Twitter e atraíram respostas de todo o mundo, incluindo opiniões de que seriam úteis para aprender braille.

Kosuke Takahashi ao lado de seu novo braille em Shibuya, Tóquio, em 8 de fevereiro. Fonte: Jiji Press

Shibuya adotou o uso de braille com os desenhos de letras em seus novos prédios de escritórios, a fim de estimular o interesse em braille e criar uma sociedade inclusiva.

O novo formato braille também foi apresentado por uma importante agência de publicidade em Tóquio. Espera-se que seja usado em um salão público que será aberto em Shibuya neste outono.

Takahashi expressou esperanças de que o braille com os desenhos das cartas seja usado em ingressos para as Olimpíadas e Paraolimpíadas de Tóquio em 2020. “Espero que as pessoas ao redor do mundo venham a conhecer [a nova iniciativa sobre o braille] e ajudar a promovê-lo”, disse ele.

Fonte: Jiji Press

Anúncios

Leandro | レアンドロ・フェレイラ

Webmaster, programador, desenvolvedor e editor de artigos.

Deixe uma resposta