Programador bancário preso após roubar US$ 1 milhão de caixas eletrônicos

Um programador bancário foi preso após tirar proveito de uma falha no caixa eletrônico para ganhar mais de US $ 1,4 milhão em dinheiro “livre”.

A confusão começou depois que Qin Qisheng, de Pequim, na China, percebeu uma brecha no sistema do Banco Huaxia em 2016.

O ator de 43 anos, que trabalhou como programador sênior no banco, percebeu que os saques realizados perto da meia-noite não estavam sendo registrados adequadamente.

Isso significava que os clientes podiam acessar o dinheiro de máquinas sem afetar a quantidade de dinheiro em suas contas.

De acordo com o South China Morning Post, Qisheng então inseriu scripts no sistema para que ele pudesse “testar” o problema sem causar um alerta para o pessoal.

A partir de novembro de 2016, por quase um ano, ele fez uma série de saques de até 20.000 yuans (US$ 4200) de uma conta fictícia usada pelo banco para testar seus próprios sistemas.

Em janeiro de 2018, ele arrecadou mais de sete milhões de yuans – o equivalente a mais de US$ 1 milhão – sem contar aos seus patrões o que ele estava fazendo.

Ele acabou sendo pego depois de depositar boa parte do dinheiro em sua própria conta bancária, com alguns também investidos no mercado de ações.

Huaxia argumentou que seu funcionário deveria ter relatado a questão, mas também aceitou as alegações de Qisheng de que ele estava simplesmente investigando a falha e decidiu desistir do caso após devolver o dinheiro.

Essa postura foi tomada depois que o banco admitiu que uma investigação formal teria consumido muito tempo e mão-de-obra, e que a decisão de Qisheng de investigá-la provavelmente economizou tempo e dinheiro para a instituição.

“Qin Qisheng disse que o assunto era complicado e envolvia muito trabalho … ele acreditava que o banco não prestaria atenção, mesmo se ele informasse”, disse o South China Morning Post, segundo um representante do banco durante o julgamento.

“Achamos que esse motivo para não denunciar é legítimo”.

No entanto, a polícia não quis desistir das acusações e ele foi considerado culpado de roubo em dezembro – uma decisão que foi recentemente confirmada em recurso.

Como resultado, Qisheng foi preso por dez anos e meio e foi condenado a pagar uma multa de 11 mil yuans (US$ 1700).

A falha que permitiu que Qisheng sacasse o dinheiro foi consertada.

Fonte: News AU| iStock

Leandro | レアンドロ・フェレイラ

Webmaster, programador, desenvolvedor e editor de artigos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *