Exportações do Japão caem 3,8% em dezembro, atingidas pela desaceleração da China

As exportações do Japão caíram 3,8 por cento em dezembro em relação ao mesmo período do ano anterior, afetadas pela desaceleração da demanda na China, com a balança comercial voltando ao déficit do ano, informou o governo na quarta-feira.

Durante ano, as importações superaram o aumento das exportações, deixando um déficit comercial pela primeira vez em três anos, informou o Ministério das Finanças.

Os contêineres são empilhados para serem exportados em um porto em Tóquio em 18 de junho de 2018.. (AP/Koji Sasahara)

As importações do Japão subiram 1,9% em dezembro em relação ao mesmo mês de 2017, deixando um déficit de 55,3 bilhões de ienes (cerca de US $ 507 milhões).

Os dados preliminares do Ministério da Fazenda mostraram que os embarques para a China caíram 7% em dezembro em relação ao mesmo mês de 2017.

A economia da China desacelerou mais rapidamente do que o esperado recentemente, em parte como resultado do atrito comercial com os Estados Unidos. O crescimento econômico em 2018 caiu para 6,6%, o ritmo anual mais lento desde 1990 e bem abaixo da expansão de 6,9% em 2017.

O crescimento vibrante nos Estados Unidos e na China, entre outras regiões, é vital para a exportação do Japão.

Junichi Makino, economista-chefe da SMBC Nikko Securities em Tóquio, disse que a balança comercial provavelmente se transformará em um superávit a longo prazo por causa das saudáveis exportações de automóveis para os Estados Unidos e da recente queda nos preços do petróleo. O Japão importa muito do seu petróleo.

Fonte: The Associated Press

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.