Lady Gaga diz que Mike e Karen Pence são “a pior representação” do cristianismo

Lady Gaga criticou o vice-presidente dos EUA, Mike Pence, e sua esposa, Karen, por seu papel de ensinar arte em uma escola que exclui estudantes e pais LGBT.

No palco de sua residência em Las Vegas, Gaga disse: “Você diz que não devemos discriminar o cristianismo; vocês são a pior representação do que significa ser um cristão. Eu sou uma mulher cristã e o que eu sei sobre o cristianismo é que não temos preconceito e todos são bem-vindos. Então você pode pegar toda essa desgraça, Sr. Pence e você pode se olhar no espelho e você vai encontrá-lo ali mesmo”.

Karen Pence deve retornar à Immanuel Christian School, Virginia, para ensinar arte dois dias por semana. Ela trabalhou lá por 12 anos antes de seu marido se tornar vice-presidente. A escola tem um “acordo de pais” que afirma que a escola pode “descontinuar a matrícula” de um estudante se eles ou seus pais “estiverem em oposição ao estilo de vida bíblico que a escola ensina”. Esta definição inclui “apoiar ou tolerar a imoralidade sexual, atividade homossexual ou atividade bissexual”.

Após críticas à política, Mike Pence disse em uma entrevista à emissora de TV cristã EWTN: “Para ver grandes organizações de notícias atacando a educação cristã é profundamente ofensivo para nós”.

Gaga também criticou o desligamento de Donald Trump do governo dos EUA. “Por favor, devolva nosso governo aos negócios”, disse ela. “Há pessoas que vivem de cheque em cheque e precisam de dinheiro”.

Gaga, que se define como bissexual, tem sido uma defensora dos direitos dos gays. Sua famosa “vestido de carne” foi uma declaração sobre as políticas anti-LGBT nas forças armadas dos EUA, e seu hit “Born This Way” foi uma celebração das identidades LGBT.

Fonte: The Guardian

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments