Tesla corta empregos, pois visa reduzir o preço do Model 3

A Tesla anunciou nesta sexta-feira que cortaria milhares de empregos para conter os custos, já que planeja aumentar a produção de versões mais baratas de seu sedã Model 3, com queda de 10%.

A empresa, que tem lutado para obter rentabilidade a longo prazo e manter um forte controle sobre as despesas, também disse esperar que o lucro do quarto trimestre seja menor do que no trimestre anterior.

Elon Musk, CEO, disse que a necessidade de versões mais baratas do modelo 3 se tornará ainda maior a partir de julho, quando o crédito fiscal dos EUA cair novamente pela metade, somando 1.875 dólares ao preço do carro.

Veículos elétricos nacionais nos EUA tinham impostos reduzidos, medida que gradualmente vai acabar no governo atual, o que força a Tesla a tomar medidas drásticas para manter o atual número de clientes a um preço adequado.

Tesla Motors revelando o sedã Model 3, de preço mais baixo, no estúdio de design Tesla Motors, em Hawthorne, Califórnia. Foto: AP

Musk também lida com uma vantagem estreita, já que seus veículos elétricos de luxo desfrutavam de um monopólio no segmento que Tesla criou e definiu. Nos próximos anos, montadoras planejam investir cerca de US$ 300 bilhões em veículos elétricos e baterias.

Marcas de luxo como a Audi, Porsche, a Mercedes-Benz e a BMW já planejam novos veículos elétricos de luxo.

Startups chinesas como Byton e NIO estão avançando com veículos elétricos tecnologicamente avançados, com base no apoio agressivo da China a carros mais limpos. A maioria dos analistas espera que a China seja o maior mercado de veículos elétricos do mundo.

Musk disse que a empresa precisará entregar pelo menos a versão do Model 3 em todos os mercados a partir de maio, já que precisa atingir mais clientes que podem pagar pelos veículos.

Fonte: Reuters

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments